Dota2: OG vence The International e embolsa R$ 63 milhões

Organização europeia conquistou segundo campeonato em sequência e embolsou quantia recorde

OG Esports, campeã do The International 2019OG Esports, campeã do The International 2019 - Foto: STR/AFP

Vencedora da edição de 2018, a OG Esports conquistou o The International 2019, na manhã deste domingo (25), ao bater a Team Liquid por 3x1 em Xangai, na China. . Com a vitória, a organização europeia embolsou R$ 60 milhões em premiação.

Favorita na final, a OG tomou um susto logo na primeira partida, que foi vencida pela Liquid. O MVP do primeiro duelo, inclusive, foi Ali “w33” Omar, ex-jogador da paiN Gaming. Porém, a partir do jogo dois, as coisas mudaram de cenário.

Com um estilo de jogo agressivo e marcante, já conhecido, a OG tomou as rédeas da série. Utilizando um Monkey King, Topias "Topson" Taavitsainen foi implacável, protagonizando um dos jogos mais dominantes de uma final de TI, levando a OG ao empate.

Já no jogo dois e no terceiro jogo, novamente a equipe europeia se mostrou superior, fazendo com que a Liquid chamasse o “GG”, confirmando o título da OG.

Por ter conquistado a competição, a organização leva para casa cerca de R$ 63 milhões, premiação recorde para um torneio único de esports.

A equipe formada por Anathan "ana" Pham, Topias "Topson" Taavitsainen, Sébastien "Ceb" Debs, Jesse "JerAx" Vainikka e Johan "N0tail" Sundstein, inclusive, é a primeira da história do Dota 2 a vencer dois The International, e a primeira a vencer em sequência.

Leia também 
Dota 2: com premiação de R$ 127 mi, The International começa nesta quarta
Dota 2: The International chega aos US$ 32 milhões em premiação
Dota 2: paiN perde para Infamous e fica fora do The International

2020

Além do novo campeão, a final do The International também foi ocasião para que a próxima sede do torneio fosse revelada. E depois de anos nos Estados Unidos e da inédita aparição na China, um dos maiores campeonatos de esports do mundo voltará à Europa.

A cidade de Estocolmo, capital da Suécia, foi a escolhida para a décima edição do torneio. A última vez em que o campeonato foi realizado no continente havia sido justamente o primeiro The International, que aconteceu em Colônia, na Alemanha. 

Veja também

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia
Prisão

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa
Futebol

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa