A-A+

Drogba explica por que não fechou com o Corinthians em 2017

Atacante Marfinense agradeceu o convite feito na época, mas revelou ter optado por seguir o caminho de atleta-dirigente

Didier DrogbaDidier Drogba - Foto: Divulgação

Pela primeira vez pouco mais de dois anos depois de recusar uma oferta do Corinthians, o atacante marfinense Didier Drogba explicou os motivos de sua decisão. Neste domingo (19), durante cerimônia de premiação dos melhores do Campeonato Francês, em Paris, onde foi homenageado, o ex-jogador marfinense falou sobre a negociação frustrada com o clube paulista em janeiro de 2017.

"O que aconteceu foi que eles fizeram uma oferta, não foi a única oferta que eu tive. Claro que é um clube grande e eu tenho muito respeito pelo Corinthians e pelos meus irmãos brasileiros, mas eu decidi ir por outro caminho, ser co-proprietário de um clube, agora sou dono de um clube. Minha visão foi a longo prazo, não apenas uma visão de um ou dois anos. Foi por isso que eu decidi ir para os Estados Unidos e abraçar esse desafio", disse Drogba, que ficou surpreso e sorriu ao ser questionado sobre o assunto pela reportagem.

Na ocasião, os torcedores do Corinthians ficaram animados com a possibilidade de contar com o atacante, que brilhou no Chelsea, da Inglaterra, na maior parte da carreira. Uma loja de produtos oficiais do clube chegou a colocar à venda camisas com o nome do atleta. Após o fim das conversas, Drogba chegou a publicar uma mensagem agradecendo o interesse do time brasileiro, mas nunca tinha explicado as razões da reposta negativa.

Pouco tempo depois de recusar o Corinthians por causa de um contrato curto, que inicialmente seria de apenas uma temporada, Drogba acertou em abril de 2017 com o Phoenix Rising, dos Estados Unidos. Além de ser atleta, ele se tornou também sócio-proprietário da equipe americana. Atualmente com 41 anos de idade, o marfinense se aposentou dos gramados no fim de 2018.  

Veja também

Quase 300 mil novos candidatos se inscreveram no Enem com gratuidade, diz Inep
ENEM

Quase 300 mil novos candidatos se inscreveram no Enem com gratuidade, diz Inep

Eliminatórias: Brasil e Uruguai terá público na Arena da Amazônia
Futebol

Eliminatórias: Brasil e Uruguai terá público na Arena da Amazônia