A-A+

Duas próximas reuniões da reforma do estatuto são canceladas

Decisão foi tomada pelo Conselho Deliberativo na primeira reunião que contava com possibilidade de emendas sobre as propostas da reforma do estatuto Tricolor, nesta terça-feira (17), no Arruda.

Torcedores protestam pedindo reforma no estatutoTorcedores protestam pedindo reforma no estatuto - Foto: José Britto/Folha de Pernambuco

Muito alarde e pouca ação. À espera de que a "poeira" baixe no Arruda e em seus arredores, o Conselho Deliberativo decidiu suspender o que seriam os dois próximos momentos de discussão no Arruda acerca dos pontos previamente sugeridos para a reforma do estatuto do Santa Cruz. Sob um cenário de tensão, o cancelamento das discussões que dariam andamento às novas propostas estatutária, correspondente a esta quarta (18) e quinta-feira (19), aconteceu depois que a ideia de que uma nova comissão fosse formada, sugestão que partiu de um dos conselheiros, foi rejeitada por alguns grupos que participaram da reunião, bem como o Conselho enxergou a necessidade de interromper o debate até que os ânimos da torcida sejam ‘acalmados’. Com isso, o futuro do regimento da Cobra Coral torna-se mais uma vez incerto, até que as reuniões sejam remarcadas.

Movimentos populares, torcidas organizadas e torcedores independentes marcaram presença em grande número em frente à sede do Santa Cruz na noite da terça. Para o dia que, por si só foi histórico e, pelas circunstâncias, já está cravado na memória do clube, a discussão sobre os pontos da reforma do estatuto não pôde ser ouvida pelos torcedores, que tiveram que se contentar com algumas atualizações feitas pelas redes sociais. Os gritos entoados em apoio à aprovação do novo estatuto não foram suficientes para o clube dar celeridade ao processo de votação dos pontos propostos. Ao final da sessão, apenas dois pontos foram discutidos e encaminhados.

O primeiro, diz respeito à promoção de 30% das categorias de base ao elenco profissional e, ainda, 30% de investimento nas categorias de base, em caso de venda de um prata da casa. O segundo, refere-se à obrigatoriedade de ficha limpa para candidatos a cargos no clube. 

O presidente do Conselho Deliberativo, Alírio Moraes, falou da proposta sugerida por Antônio Luiz Neto. “A convocação é para discutir o projeto que nasceu em 2018. Não poderia me manifestar sobre a nova proposta. Reconheço o nível de conhecimento jurídico das pessoas que estão assinando, mas é humanamente impossível receber um estatuto com um volume grande de artigos e, da noite para o dia, chegar a uma conclusão. Por isso, eu acho que não deveríamos debater inicialmente a proposta alternativa, já que ela não seguiu esse percurso", disse Alírio, antes de dar início à reunião no Arruda.

Diante de embates e incertezas, a espera que fica é por mais um capítulo envolvendo a reforma do estatuto, caso que pode se arrastar por longos dias, assim como outras questões dentro do Santa.

Leia também:
Torcida do Santa Cruz cobra por reforma do estatuto
Semana sobre a reforma do estatuto é decisiva para o Santa

Veja também

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'
Sport

Chateado com gols de bola aérea, Florentín lamenta postura contra Palmeiras: 'ficamos muito atrás'

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras
Campeonato Brasileiro

Sport sai na frente, não consegue segurar pressão e sofre virada para o Palmeiras