Dudu Capixaba aguarda definição sobre permanência

Com uma vitória e uma derrota como interino, Dudu Capixaba deve ter conversa com dirigentes nos próximos dias

Dudu Capixaba passa relatórios dos jovens da base para Dal PozzoDudu Capixaba passa relatórios dos jovens da base para Dal Pozzo - Foto: Léo Lemos/Divulgação/Náutico

Ainda na condição de interino, o técnico Dudu Capixaba, que comandou o time na boa vitória contra o Salgueiro (3x0), na rodada passada, e, neste sábado (19), na derrota por 2x0 diante da Juazeirense, não sabe se continuará no comando do Náutico. Isso deve ser definido nos próximos dias.

"Minha cabeça está boa, porque vida de treinador é assim, um dia ganha, no outro perde. Tem de estar acostumado. Quanto à minha permanência, quem decide é a diretoria, eu sou funcionário da casa", disse ele, desconversando se permanecerá no clube caso não seja efetivado na equipe principal ou se voltará a trabalhar na categoria de base. "Se for para ficar, vamos trabalhar para vencer o Globo/RN (no próximo domingo, na sétima rodada), mas sou funcionário da casa e quem decide tudo é a diretoria."

Leia também:
Náutico perde na Bahia e segue na zona do rebaixamento
Inspirado em interinos da Série A, Dudu tenta se consolidar no Náutico

Embora o Náutico atravesse momento complicado, na zona de rebaixamento do Grupo A da Série C, Dudu Capixaba reforça o discurso de que o objetivo é buscar acesso à Segundona. "Tem que sair dessa situação, levantar a cabeça, porque não da nem tempo de ficar triste (já foram realizadas seis das 18 rodadas da primeira fase do certame). O Náutico é um clube grande e o objetivo não é outro, é subir para subir para a Série B, disse Dudu Capixaba, reconhecendo a atuação ruim da equipe diante da Juazeirense. "Hoje não encaixou."

Sobre a permanência ou não dele, o vice-presidente de futebol do Náutico, Diógenes Braga, disse que "é cedo para falar. Todos estão de cabeça quente com a derrota, mas isso vai ser conversado com calma". O dirigente também comentou a fraca atuação do Alvirrubro contra a Juazeirense.

"A gente não soube jogar o jogo. Foi uma partida muito ruim. Não tem que culpar o gramado porque a gente sabe que na Série C tem gramado ruim e, sabendo disso, tem que escolher o melhor tipo de jogo. A gente sabe que em campo ruim é pouco jogo por baixo e muito jogo por cima. E a gente não fez", destacou Braga. Durante a partida, no sertão baiano, o Alvirrubro sofreu muito com as jogadas paradas e os contra-ataques rápidos com cruzamentos na área. O elenco do Náutico se reapresenta na segunda-feira (21), após folga no domingo (20).

Veja também

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual
Campeonato Pernambucano

Com Louzer de olho, Sport visita Sete de Setembro, pelo Estadual

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos
Campeonato Pernambucano

Com VAR, Clássico das Multidões será marcado por encontro entre opostos