Futebol

Duelo de invictos: Náutico, líder da Série B, recebe o Botafogo

Timbu está com 100% de aproveitamento na competição, com 12 pontos; cariocas estão com oito, com duas vitórias e dois empates

Náutico está invicto na Série BNáutico está invicto na Série B - Foto: Tiago Caldas/CNC

Leia também

• Quatro vitórias seguidas é campanha de acesso? Em 75% dos casos na Série B, sim

• Náutico tem maior invencibilidade em casa das Séries A e B

• Hélio não confirma volta de Djavan contra o Botafogo

É narrador elogiando, comentarista exaltando o desempenho do time, jogador entrando na seleção da rodada e até técnico da Seleção Brasileira se rendendo a Hélio dos Anjos. Na Série B do Campeonato Brasileiro de 2021, o assunto do momento é o Náutico. Com quatro vitórias, o Timbu é líder isolado. Um aproveitamento de 100%. Neste domingo (20), a equipe recebe o Botafogo para dar seguimento à fase ascendente e aumentar a lista de “admiradores”.

Contra o Botafogo, outro invicto na competição, com duas vitórias e dois empates, o Náutico pode ter uma novidade. Recuperado de dores na coxa, o volante Djavan voltou aos treinos. O técnico Hélio dos Anjos, porém, não confirmou a presença do marcador na partida. Caso o jogador não esteja à disposição, Trindade será mantido na cabeça de área, ao lado de Rhaldney.

Há oito meses, ou 21 jogos, o Náutico não sabe o que é perder nos Aflitos. São 13 vitórias e oito empates. Desses compromissos, 19 foram após a chegada de Hélio dos Anjos. Com o treinador, a equipe ganhou os mesmos 13, empatando seis vezes. O Timbu tem a maior invencibilidade em casa entre os integrantes das duas principais divisões do futebol brasileiro.

Outro retrospecto que pode animar o Náutico envolve as equipes que conseguiram acesso após vencerem os primeiros quatro jogos da Segundona. Oito times já haviam alcançado tal feito: Sport (2006), Corinthians (2008), Guarani (2009), Joinville (2014), Atlético/GO e Vasco (2016). Do sexteto, Timão, Coelho e Dragão foram campeões da Série B. Leão e Bugre foram vice, enquanto os cariocas terminaram em terceiro. Apenas dois não subiram no mesmo recorte: América/MG (2012) e Vila Nova (2018). Os mineiros encerraram a participação no certame na oitava colocação, enquanto os goianos ficaram em sétimo. 

Mudança

O estatuto do Náutico pode passar por uma reformulação em breve. O Conselho Deliberativo do clube quer ampliar o mandato da gestão executiva, atualmente no formato de biênio, para um triênio, continuando com a possibilidade de reeleição. Além disso, pretende criar uma remuneração para presidente e vice-presidente, com direito à premiação para os dirigentes por conquistas como títulos ou acesso. O objetivo é discutir o assunto nas próximas reuniões do Conselho, levando o tema para votação na Assembleia Geral de sócios.

Ficha técnica

Náutico

Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner e Bryan; Rhaldney, Trindade e Jean Carlos; Erick, Vinícius e Kieza. Técnico: Hélio dos Anjos

Botafogo

Douglas Borges; Warley, Kanu, Gilvan, Paulo Victor; Luís Oyama, Pedro Castro; Ronald, Marco Antônio, Chay; Rafael Navarro. Técnico: Marcelo Chamusca.

Local: Aflitos (Recife/PE)
Horário: 16h
Árbitro: Wanderson Alves de Sousa (MG). Assistentes: Ricardo Junio de Souza e Frederico Soares Vilarinho (ambos de MG)
Transmissão: Premiere FC, Globo

Veja também

Primeira campeã olímpica das Filipinas é premiada com uma casa e 655.000 dólares
JOGOS OLÍMPICOS

Primeira campeã olímpica das Filipinas é premiada com uma casa e 655.000 dólares

Laura Pigossi e Luisa Stefani avançam às quartas e enfrentam americanas no tênis
JOGOS OLÍMPICOS

Laura Pigossi e Luisa Stefani avançam às quartas e enfrentam americanas no tênis