Eduardo Brito recebe sondagem e Santa não descarta venda

Santa Cruz tem 100% dos direitos do zagueiro, rumor sobre o garoto é confirmado pelo presidente Constantino Júnior, mas não há negociação aberta. Executivo de futebol Luciano Sorriso garante transparência em caso de transferência

Eduardo BritoEduardo Brito - Foto: Paullo Allmeida

Com 100% dos direitos econômicos pertencentes ao Santa Cruz, o zagueiro Eduardo Brito pode ser vendido. Seu contrato com o Tricolor é até dezembro de 2019. Em contato com a reportagem da Folha de Pernambuco, o presidente Constantino Júnior confirmou a sondagem pelo jovem de 22 anos, mas não revelou o clube. Já o executivo de futebol Luciano Sorriso, em conversa com a imprensa, garantiu transparência na negociação em caso de transferência.

“Há uma sondagem, mas nada concreto. Nenhuma negociação foi aberta. Assim que tiver algo real, vamos avisar. Iremos ser transparentes. Temos que procurar avaliar o quanto uma venda seria vantajosa tanto para a carreira do atleta quanto para o clube. Também vamos conversar com Leston Júnior (técnico), até porque pretendemos contar com ele. Mas é lógico que se vendê-lo for viável, tentaremos viabilizar o negócio”, declarou o gerente remunerado tricolor.

De acordo com informações apuradas pela Folha de Pernambuco, existe a possibilidade de o Santa vender 70% dos direitos federativos do atleta e ficar com o restante (30%). Além disso, há chance dele permanecer no Arruda na temporada 2019 mesmo com venda do percentual. 

Por conta de um contratempo com o voo, Eduardo Brito se apresentou ao Santa com um dia de atraso. Após treinar normalmente com o elenco na última terça-feira, quando desembarcou no Recife, e quarta-feira, na academia do clube, o garoto teve que ir urgentemente resolver problemas particulares na cidade de Lajedo, agreste pernambucano, e, assim, foi ausência no treinamento desta quinta-feira (6). Segundo o executivo de futebol, o zagueiro volta a trabalhar com o grupo nesta sexta-feira (7).

Carreira

Nas categorias de base do Santa, Eduardo Brito sempre atuou como zagueiro, mas teve chances na lateral esquerda no profissional. Ele chegou ao Arruda em 2016, disputou alguns jogos pelas divisões inferiores e no ano seguinte foi promovido para o grupo principal.

Formado na base do Porto, de Caruaru, o jovem atleta já defendeu equipes do interior do estado de Pernambuco, como Belo Jardim, Pesqueira e Afogados da Ingazeira.

Veja também

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia
Prisão

Integrante de Organizada é preso por tráfico; 30 respondem por desrespeitar regras na pandemia

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa
Futebol

Mesmo com derrota, Bolívar enxerga poder de reação no Santa