Egito x Uruguai opõe 'Rei Salah' e a dupla mortal Suárez e Cavani

Partida entre Egito e Uruguai marca embate entre Mohamed Salah e a dupla Suárez e Cavani pelo Grupo A da Copa-2018

Mohamed Salah participará do jogo de estreia dos FaraósMohamed Salah participará do jogo de estreia dos Faraós - Foto: AFP

Passada a abertura da Copa-2018 com uma goleada da anfitriã Rússia, por 5x0, sobre a Arábia Saudita, na quinta-feira (14), será realizado na manhã desta sexta (15) o outro confronto pela 1ª rodada do Grupo A. Já pressionados por um bom resultado, Egito e Uruguai se enfrentam às 9h, em Ecaterimburgo. A partida marcará o duelo de três grandes atacantes do futebol mundial atual. Recuperado de lesão no ombro, Salah está confirmado para medir forças com Suárez e Cavani. Será a segunda vez que africanos e sul-americanos se enfrentam na história.

Leia também:
Técnico do Egito acredita que terá Salah na estreia
Com golaço de Cavani, Uruguai vence a República Tcheca

O Egito, que retorna ao Mundial depois de 28 anos, quer surpreender na Copa-2018. Os “Faraós” ficaram ameaçados de perder seu grande craque poucas semanas antes da Copa. Na decisão da Champions, entre Real Madrid e Liverpool, Mohamed Salah foi atingido por Sergio Ramos, do Real Madrid. Na queda, machucou o ombro. Os resultados dos exames realizados diziam que o camisa 10 da seleção africana precisaria de pelo menos três semanas de recuperação. Mas, em entrevista concedida ontem, o técnico Héctor Cúper garantiu que o astro está recuperado, e entrará em campo hoje contra os uruguaios. Esperança de gols da seleção número 45 do ranking da Fifa, o jogador de 25 anos marcou 44 vezes em 51 partidas na temporada europeia.

Se o Egito conta com Salah para chegar às oitavas, o Uruguai, por sua vez, dispõe da melhor dupla de ataque desta Copa-2018. Otimistas em relação à seleção, a torcida uruguaia aposta em Suárez e Cavani para repetir o sucesso da Copa de 2010. No Mundial realizado na África, nossos vizinhos chegaram à semifinal. Nascidos em Salto, com diferença de apenas 20 dias, os atacantes de Barcelona e PSG, respectivamente, somam 93 gols pela Celeste e atravessam grande fase em seus clubes.

Alia-se ao excelente ataque a dupla de zaga formada por Godín e Giménez. Além de formarem a base defensiva uruguaia, os defensores atuam juntos no Atlético de Madrid desde 2013. Um misto de experiência e juventude que vem dando certo na Celeste que foi segunda colocada nas eliminatórias sul-americanas.

   Ficha técnica

Egito
Essam El-Hadary; Ahmed Fathi, Hegazy, Ali Gabr, Abdel-Shafi; Hamed, Elneny, Sobhi, Said, Amr Warda; Mohsen. Técnico: Héctor Cúper

Uruguai
Muslera; Varela, Giménez, Godín, Cáceres; Vecino, Bentancur, Nández, Arrascaeta; Suárez e Cavani. Técnico: Óscar Tabárez

Local: Arena Ekaterimburg
Horário: 9h. Árbitro: Bjorn Kuipers (HOL). Assistentes: Sander van Roekel (HOL) e Erwin Zeinstra (HOL). Transmissão TV: Globo, SporTV e Fox Sports

Veja também

Decisivo mais uma vez, Thiago Neves diz ser 'iluminado' nos momentos importantes
Sport

Decisivo mais uma vez, Thiago Neves diz ser 'iluminado' nos momentos importantes

Cruzeiro e Felipão rescindem contrato após permanência na Série B
Futebol

Cruzeiro e Felipão rescindem contrato após permanência na Série B