Náutico

Elano destaca semana de treinos do Náutico: "Tem bastante coisa para corrigir"

Treinador avaliou os problemas do Náutico e comentou sobre as novas contratações

Elano em entrevista coletiva pelo NáuticoElano em entrevista coletiva pelo Náutico - Foto: Reprodução / TV Timba

Contra o Londrina o recém chegado Elano teve apenas uma sessão de treino antes do jogo. Agora contra o Bahia, o novo treinador do Náutico teve a semana para trabalhar com os jogadores e passar suas ideias de jogo e táticas. 

“Uma semana parece muito, mas tem bastante coisa para corrigir. Eu acho que o principal momento que é positivo, é essa parte mental, os atletas voltaram a sorrir, acho que consegui organizar essa parte interna”, afirmou.

Outro problema encontrado por Elano foi a parte física dos atletas. Sem apontar dedos, o treinador falou da necessidade de correção para que o Náutico mantenha o mesmo nível durante todo o jogo.

“Os atletas têm algumas dificuldades, principalmente na parte física. Não só culpa dos atletas, mas de todo um processo. Não é jogando a culpa sobre ninguém, mas é uma dificuldade que a gente tem que estar corrigindo ao longo do campeonato”, destacou 

“Estamos enfrentando os adversários de igual pra igual, mas tem sofrido na parte física. Temos que sustentar os 90 minutos no mesmo nível, esse é o meu jeito de trabalhar", completou

Para auxiliar no rendimento da equipe, o Timbu anunciou três novas contratações para o restante da Série B. Todos os três atletas já trabalharam com Elano, que ressaltou as principais características dos novos jogadores.

"Tomaz é um segundo volante, bem técnico, jogou o campeonato paulista e me ajudou muito, tem muito a crescer. O Júlio é um extremo do lado esquerdo que tem uma individualidade muito positiva e o Arthur é um defensor bastante agressivo, é um cara que tem uma imposição positiva”, comentou.

Sobre o jogo contra o Bahia, próximo adversário do Náutico e de quem nunca venceu em Salvador, Elano comentou da conversa que teve com Kuki sobre sua vivência no Timbu e que o que foi falado deve ser a mentalidade do Náutico daqui para frente.

“É um jogo difícil mas temos condições para fazer um grande jogo. Ontem (27) eu estava conversando com o Kuki, quando perguntei como era [no seu tempo de jogador no Náutico] ele disse ‘Elano, era sobrevivência’. Então eu passei isso pros atletas, sobrevivência não é só pelo momento atual, os meninos tem que entender e incorporar isso”, contou.

O Náutico viaja até Salvador onde enfrenta o Bahia na Arena Fonte Nova, pela 21ª rodada da Série B, nesta sexta (29) às 19h.

Veja também

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada
Náutico

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega
São Paulo

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega