Futebol

Elano vê Náutico mais competitivo, mas reforça necessidade de melhorar parte psicológica

Treinador destacou que Timbu sentiu o primeiro gol e não teve forças para reagir, perdendo por 3x0 para o Bahia

Lance de Bahia x NáuticoLance de Bahia x Náutico - Foto: Felipe Oliveira / Bahia

O Náutico chegou ao quinto jogo consecutivo sem vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Com a derrota por 3x0 para o Bahia, na Arena Fonte Nova, o Timbu se manteve na 19ª posição, com 18 pontos, podendo cair para a lanterna se o Vila Nova vencer o Novorizontino, sábado, em São Paulo. O momento não poderia ser mais delicado. Na visão do técnico Elano, mais do que recuperar o bom futebol alvirrubro, também será preciso cuidar da parte mental.

“É sempre difícil enfrentar o Bahia aqui. Não fizemos um jogo ruim, mas na situação que estamos, sofrendo um gol na maneira que sofremos, a parte psicológica fica com uma pressão grande. Competimos mais do que nos outros jogos, mas erramos novamente na bola parada”, lamentou.

O próximo compromisso do Náutico é sexta (5), contra o Operário/PR, nos Aflitos. Um jogo crucial nas pretensões alvirrubras de se recuperar na competição, já que os paranaenses, em 16º, com 21, são adversários diretos na luta contra o rebaixamento. 

“A luta no campeonato é pela sobrevivência. Temos confrontos diretos e precisamos vencer”, frisou. Para o confronto, o Náutico terá o regresso do zagueiro Wellington, que cumpriu suspensão automática perante os baianos.

 

Veja também

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada
Náutico

Por falta de quórum, assembleia para mudança de estatuto do Náutico é adiada

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega
São Paulo

PM acusado da morte de lutador de jiu-jitsu se entrega