Sport

Elogiado por Florentín, Everton Felipe busca "regularidade" para decolar no Sport

Após revelar depressão, meia rubro-negro tem sido um dos destaques do time nesta reta final de Série A

Everton Felipe em ação contra o BahiaEverton Felipe em ação contra o Bahia - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Em agosto, quando acertou seu retorno ao Sport, Everton Felipe foi recebido por dezenas de rubro-negros no Aeroporto Internacional do Recife. Na ocasião, o meia abriu mão de uma boa quantia em dinheiro para rescindir com o São Paulo e voltar para a Ilha do Retiro, local onde foi revelado para o futebol. O intuito era apenas um: reencontrar a alegria de jogar. 

No mês passado, após vazar a notícia que estaria com depressão, Everton usou suas redes sociais para confirmar que vinha sofrendo com a doença há mais de um ano, desde a época que defendia o Atlético-GO por empréstimo. Com isso, recebeu todo apoio do Sport nas últimas semanas. Principalmente da comissão técnica.

Não à toa, o camisa 97 tem sido um dos destaques do Leão nas últimas partidas. Contra América-MG e Ceará, apesar das derrotas, foi bastante participativo. Já na vitória sobre o Bahia, dominou as ações ofensivas do Rubro-negro até ser substituído por Ronaldo. Tal atuação rendeu elogios do técnico Gustavo Florentín.

"Everton está mostrando um nível bom. São três jogos seguidos tendo regularidade. Tive uma reunião com ele, onde havia dito que ele precisava ter uma estabilidade na carreira. Isso significa ter um nível bom de rendimento, pois estava numa montanha-russa. Para ele, por toda sua trajetória desde muito jovem, que lhe dava a confiança, mas precisava aproveitar. Me sinto confortável com ele. É um menino bom, excelente profissional e que está tendo bons rendimentos", enfatizou o paraguaio.

Desde que reestreou com a camisa rubro-negra, Everton Felipe fez 16 jogos e contribuiu com uma assistência. Crescendo na reta final, ele lembrou da importância do papo que bateu com Florentín. Além disso, deixou claro que tem como objetivo livrar o clube da incômoda degola, mesmo com os sites estatísticos dando mais de 99% de chances para o Leão cair para a Série B.

"O professor Gustavo vem conversando comigo há muito tempo. Dessa vez, a conversa foi específica na questão do rendimento. Se eu conseguisse manter esse rendimento há um tempo eu estaria na Europa (risos). A minha carreira é de altos e baixos e minha melhor sequência foi com Luxemburgo, em 2017. Então, o que o professor me pediu foi para ter regularidade na carreira para ter voos altos", detalhou. 

"Quem me conhece sabe que me cobro muito. Mas agora é trabalhar para melhorar em todos os aspectos, para ajudar o Sport a conquistar essas quatro vitórias. Este é meu maior objetivo neste momento", finalizou o jogador de 24 anos.

Veja também

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o FlamengoSport

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o Flamengo

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na ArenaCampeonato Brasileiro

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na Arena