Sport

Em boa fase, Sport busca melhorar retrospecto contra o Bahia, em Salvador

Em 14 encontros entre as equipes, pela Série A, com mando do Tricolor de Aço, Rubro-negro só venceu em duas oportunidades

Na última vitória sobre os baianos, em Salvador, em 2017, Sander participou do dueloNa última vitória sobre os baianos, em Salvador, em 2017, Sander participou do duelo - Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Antes do Campeonato Brasileiro começar, muitos apostariam no Bahia para ser o principal time do Nordeste na competição. Campeão baiano e finalista da Copa do Nordeste, o Tricolor de Aço vem conseguindo fazer boas campanhas ao longo dos últimos anos, além de ser um dos times mais bem estruturados da região. Do outro lado, vindo de uma Série B, eliminado em todas os torneios pré-Brasileirão e vivenciando grave crise financeira, o Sport era cotado para brigar na parte inferior da tabela. Apesar de a competição estar longe do término, os dois se encontram no domingo vivendo fases totalmente distintas.

Atuando como mandante contra o Sport pelo Campeonato Brasileiro, o Bahia tem um retrospecto bastante favorável. Em 14 encontros, o Tricolor venceu sete, empatou cinco e perdeu apenas duas vezes. Além disso, marcou o dobro de gols do Rubro-negro: 16x8. No último confronto, o Leão foi derrotado por 2x0, na Série A de 2018. Números satisfatórios, mas não para quem vive um jejum na Série A. Nos últimos quatro jogos dentro de casa, o Bahia não venceu nenhum. Empatou com Palmeiras e perdeu para Flamengo, Grêmio e Atlético/GO. Os dois únicos triunfos foram ante Coritiba e RB Bragantino, nas 2ª e 3ª rodadas, respectivamente, que o deixa com um aproveitamento de 38,8% atuando em Salvador.

Puxando para um recorte geral, os baianos estavam há nove jogos sem vencer no Brasileirão. Na última quarta, em compromisso adiado da 1ª rodada, voltaram a triunfar ao derrotar o Botafogo, no Rio, e chegam com o moral um pouco elevado para encarar o Rubro-negro. 

Contra os cariocas, inclusive, o técnico Mano Menezes pôde contar com a estreia de um velho conhecido. Recém-chegado ao clube, o volante Elias trabalhou com o treinador no Corinthians e Flamengo, e atuou pela primeira vez pelo Bahia. Além dele, o zagueiro Anderson Martins aguarda regularização e pode estrear no domingo. Fora a dupla, o elenco conta com jogadores como o meia Rodriguinho, e os ex-rubro-negros Ernando, Élber e Gilberto.

Por outro lado, o Sport busca melhorar seu aproveitamento de 26,1% enfrentando o adversário fora de casa. A última vitória leonina em solo baiano aconteceu em 2017, quando voltou para Recife com um placar de 3x1 na bagagem. Do atual elenco, apenas Raul Prata e Sander participaram daquela partida. Antes disso, o time da Praça da Bandeira só havia triunfado no estado vizinho em 1989. Ademais, os comandados de Jair Ventura se apegam ao bom trabalho do treinador à frente do grupo para elevar o desempenho contra o rival regional e assim seguir somando pontos para fixar os pés na parte superior da tabela. Dos 13 pontos conquistados com o técnico, quatro foram fora - vitória sobre o Grêmio e empate com Palmeiras. Com mais de uma semana livre para seguir potencializando a equipe, a expectativa é de um Sport competitivo, no final de semana.

Veja também

Náutico contrata volante Antonio Bustamante
Futebol

Náutico contrata volante Antonio Bustamante

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida
Brasileiro sub-20

Na Arena, Sport perde para o Flu e amarga quinta derrota seguida