Em jogo de quatro expulsões, Náutico perde mais uma

Timbu saiu atrás no placar, buscou a igualdade, mas viu o Confiança abrir três gols no marcador e não teve forças para reagir

Torcida do Náutico na broncaTorcida do Náutico na bronca - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Jogo às 20h deste sábado (5), Arena com um público pequeno, chuva e derrota na conta. No aniversário de 47 anos, o técnico Roberto Fernandes não teve lá seus motivos para comemorar. Muito menos o torcedor alvirrubro. Em um jogo apático, e de quatro expulsões, o Náutico foi atropelado pelo Confiança, por 4x2, e amargou mais uma rodada sem vitória na Série C. Com um ponto, está na zona de rebaixamento da competição nacional.

Com a bola rolando, o jogo era equilibrado, mas sem muita criação. O Náutico assustava o goleiro visitante em lances de bola parada, e o Confiança, sabendo das dificuldades do clube pernambucano, apostava nos contra-ataques. E foi assim que o time sergipano abriu o placar. Aos 24, após bela defesa de Genivaldo, Rafael Villa recebeu na frente em velocidade e virou para Flávio. Após Camutanga desarmar o meia, a bola sobrou para Léo Ceará, livre de marcação, mandar para as redes.

Na volta do intervalo, mais organizado em campo, o Náutico voltou ligado em 220v e não demorou para chegar ao empate. Aos cinco, Lelê deu bela assistência para Robinho, que subiu de cabeça para deixar tudo igual na Arena. Mas, quando parecia que a pressão alvirrubra ia surtir efeito, veio o segundo do Confiança. Léo Ceará, que já tinha feito o primeiro, ficou com o rebote do chute no travessão de Iago e ampliou o placar.

O gol acabou com o psicológico do Timbu, que viu o Confiança fazer 4x1 em dois minutos. Aos 16, Ângelo chegou pela direita, e jogou para a área. A bola encobriu o goleiro Bruno e parou dentro da barra. Em seguida, em mais um contra-ataque, Everton recebeu passe de Iago e só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

Em meio às expulsões de Iago, Ângelo, Lelê e Breno, Robinho ainda fez o segundo dele, criando uma falsa esperança na torcida alvirrubra presente na Arena. Mas, não teve jeito. O Náutico segue sem vencer na principal competição do ano, com apenas um ponto conquistado em quatro jogos.

Ficha do jogo

Náutico 2
Bruno; Luiz Henrique, Breno Calixto, Camutanga e Tiago Costa (Tharcysio); Negretti, Jhonnatan (Dudu) e Lelê; Rafael Assis (Fernandinho), Wallace Pernambucano e Robinho. Técnico: Roberto Fernandes

Confiança 4
Genivaldo; Ângelo, Gabriel, Simon e Radar; Flávio, Everton Santos (Caxito), Rafael Villa e Raí; Léo Ceará (Apodi) e Iago. Técnico: Luizinho Lopes

Local: Arena de Pernambuco (São Lourenço da Mata/PE)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP).
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Daniel Paulo Ziolli (ambos de SP)
Gols: Léo Ceará aos 25 do 1T  e 9 do 2T, Ângelo aos 16 do 2T, Everton aos 18 do 2T (C); Robinho aos 5 e 32 do 2T (N)
Cartão amarelo: Jhonnatan e Luiz Henrique (N); Ângelo (2x) (C)
Cartão vermelho: Iago e Ângelo (C); Lelê e Breno (N)
Público: 2.973 torcedores
Renda: R$ 27.995,00

Leia também:
Roberto diz que só trabalho pode tirar Náutico da zona

Veja também

Após vitória, auxiliar técnico César Lucena elogia time do Sport: 'Lutou pelo resultado até o fim'
Sport

Após vitória, auxiliar técnico César Lucena elogia time do Sport: 'Lutou pelo resultado até o fim'

Doze grandes clubes europeus lançam 'Superliga' independente da Uefa
Futebol internacional

Doze grandes clubes europeus lançam 'Superliga' independente da Uefa