Empates predominam no início do Pernambucano

Em 62,5% dos jogos realizados em 2018, o resultado foi de igualdade. Placares de 0x0 e 1x1 são mais frequentes

Central ficou no 1x1 com o Sport e não perdeu de nenhum dos grandes do RecifeCentral ficou no 1x1 com o Sport e não perdeu de nenhum dos grandes do Recife - Foto: Williams Aguiar/Sport

A quantidade de empates no Campeonato Pernambucano 2018 impressiona. Até aqui, 15 das 24 partidas disputadas terminaram com o placar igualado. Na última rodada (5ª), por exemplo, Sport, Santa Cruz e Náutico, considerados o Trio de Ferro do Estado, empataram seus respectivos jogos (Central, Salgueiro e Afogados da Ingazeira), todos na casa do adversário. Os placares mais frequentes da competição são 0x0 e 1x1.

O “rei dos empates” é o Central, com quatro no total. Logo atrás, estão Santa Cruz (10º colocado), Flamengo de Arcoverde (9º), Belo Jardim (8º), Afogados da Ingazeira (6º), Salgueiro (5º) e Vitória (1º), com três.

Com a mudança do regulamento para a edição deste ano, as equipes do interior voltaram a ter o atrativo de enfrentar os clubes da capital. Além disso, se classificam oito times de 11 da primeira fase para os mata-matas (quartas de final, semifinais e final).

O raio-x das cinco primeiras rodadas ainda mostra uma vantagem dos mandantes em relação aos visitantes: 7x3 no retrospecto geral. Foram marcados 53 gols, média de 2,2 por partida.

Veja também

Governo de Pernambuco anuncia retomada dos esportes individuais a partir de segunda-feira

Governo de Pernambuco anuncia retomada dos esportes individuais a partir de segunda

Possibilidade de prova em Ímola ainda em 2020 anima Ferrari e pilotos da F-1
Fórmula 1

Possibilidade de prova em Ímola ainda em 2020 anima Ferrari e pilotos da F-1