A-A+

Equipe feminina do Brasil encerra Mundial na 7ª colocação

Antes de falhar nas barras assimétricas, Brasil chegou a ficar na terceira posição ao fim da terceira rotação

Jady Barbosa faz parte da equipe feminina do Brasil presente em DohaJady Barbosa faz parte da equipe feminina do Brasil presente em Doha - Foto: Ricardo Bufolin/CBG

A equipe feminina de ginástica artística do Brasil encerrou nesta terça-feira (30) sua participação no Mundial de Doha, no Qatar, com a sétima colocação. O grupo formado por Flávia Saraiva, Jade Barbosa, Lorrane Oliveira, Rebeca Andrade e Thaís Fidelis chegou a ficar na terceira posição ao fim da terceira rotação. Porém, na última, com falhas nas barras assimétricas, despencaram na classificação.

Os Estados Unidos ficaram com a medalha de ouro do Mundial de Ginástica 2018. Rússia, com a prata, e China, com o bronze, completaram o pódio. Com isso, esses países garantiram vaga na Olimpíada de 2020, em Tóquio. O torneio em Doha marcou o retorno da ginasta americana Simone Biles a grandes competições após período sabático. Biles brilhou na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, conquistando quatro ouros.

Leia também:
Com falhas, Brasil fica em sétimo no Mundial de ginástica

Assim como a equipe feminina, a seleção brasileira masculina também ficou na sétima posição na final por equipes realizada na segunda-feira (29). Nesta quarta-feira (31), começam as disputas individuais no Mundial de Ginástica do Qatar.

Veja também

A incompetência na Ilha do Retiro extrapolou os limites do absurdo. Pra mim, o Sport já caiu
Que Golaço!

A incompetência na Ilha do Retiro extrapolou os limites do absurdo. Pra mim, o Sport já caiu

Brasil disputa Copa do Mundo por equipes de tênis em cadeira de rodas
Tênis

Brasil disputa Copa do Mundo por equipes de tênis em cadeira de rodas