Escolha do Rio para sediar Olimpíadas teve propina, diz jornal francês

De acordo com o veículo, o empresário Arthur Soares depositou em 2009 US$ 1,5 milhão na conta do filho do então presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF)

Olimpíadas Rio 2016Olimpíadas Rio 2016 - Foto: Arquivo/AFP

De acordo com o jornal francês "Le Monde", existem evidências de corrupção no processo que levou o Rio a ser sede dos Jogos Olímpicos de 2016. De acordo com o veículo, o empresário Arthur Cesar Menezes Soares Filho, apelidado de "Rei Arthur", depositou em 2009 US$ 1,5 milhão na conta do filho do então presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) e membro do Comitê Olímpico Internacional, o senegalês Lamine Diack.

Arthur já foi visto como o maior fornecedor de mão-de-obra terceirizada para o governo carioca, tendo intermédio de uma rede de empresas comandada pela Facility, órgão de serviços terceirizados como faxina e segurança. Pelos contratos, o grupo do empresário teria recebido quase R$ 3 bilhões no período.

De acordo com o "Le Monde", com base em fontes da Justiça francesa, o depósito suspeito foi feito três dias antes da eleição da cidade-sede. A eleição ocorreu em 2 de outubro de 2009, em Copenhague. Com isso, segundo o jornal, a Justiça da França teria evidências concretas para questionar o processo de candidaturas de 2016, que também envolveu Tóquio, Chicago e Madri. Em 2015, uma investigação havia sido aberta na França.

Em fevereiro deste ano, Arthur Soares prestou depoimento ao Ministério Público Federal na Operação Calicute, que investiga corrupção durante o governo de Sérgio Cabral. A Facility é investigada por repasses de R$ 1,7 milhão feitos a empresas acusadas de lavar dinheiro de propina para o esquema do ex-governador do Rio, preso preventivamente em Curitiba.

Na versão do jornal francês, o diretor de comunicações do Comitê Rio-2016, Mario Andrada, disse que "as eleições foram limpas e lembrou que a vitória do Rio na última rodada se deu por um placar de 66x32, uma vitória clara".

Veja também

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI
Futebol

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda
Futebol

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda