Saiba como funcionará o competitivo de Rainbow Six Siege em 2020

Ubisoft divulgou detalhes sobre os principais campeonatos da modalidade no ano

Team Liquid, campeã do Brasileirão Rainbow SixTeam Liquid, campeã do Brasileirão Rainbow Six - Foto: Ubisoft/Divulgação

A Ubisoft apresentou todos os detalhes do novo circuito competitivo do Rainbow Six Siege para 2020. A modalidade, que tem forte presença brasileira, ganhou calendário completo e competições reformuladas.

A empresa iniciou seu programa de regionalização na América Latina, América do Norte, Europa e Ásia-Pacífico. Cada uma das quatro regiões decidirá sobre as particularidades de seus campeonatos, o que permitirá um foco maior nas características locais.

A partir de 2021, o calendário passará a ser completo, com três turnos do Brasileirão, disputados em março-abril, maio-junho e setembro-outubro; três Copas Elite Six, em abril, julho e outubro, e três edições do Six Major, em maio, agosto e novembro, passando por diversas cidades ao redor do mundo, além do Six Invitational, que seguirá acontecendo tradicionalmente em fevereiro.

Com o término da Rainbow Six Pro League, os quatro programas regionais acontecerão em paralelo. As equipes envolvidas nestes torneios se classificarão com base em um sistema de pontos mundial, que leva em conta o desempenho nos campeonatos regionais e nos Majors, em direção ao principal torneio da temporada: o Six Invitational.

Na América Latina, o Brasileirão Rainbow Six Siege 2020, torneio de maior expressão da modalidade no país, terá início em julho e já possui seus 10 times confirmados.

Além dele, o público também terá a chance de ver os melhores times da região latino-americana se enfrentarem na Copa Elite Six da América, um torneio continental que vai reunir equipes de diversos países.

Brasileirão Rainbow Six Siege 2020

O quarto ano da competição, começando em julho, tem seus participantes confirmados e será a porta de entrada para os Six Majors que acontecerão ao longo do ano.

Team Liquid, Faze Clan, Ninjas in Pyjamas, MIBR, Black Dragons, INTZ e-Sports, Team oNe, FURIA Esports, Santos e-Sports e W7M Gaming estarão na disputa no Brasil.

O campeonato terá dois turnos em 2020. O primeiro será disputado entre julho e agosto, enquanto o segundo em setembro e outubro. Os jogos acontecerão nas quintas, sábados e domingos, a partir das 13h, com transmissão ao vivo dos canais da Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube.

Serão três partidas por dia no formato MD2 (melhor de dois mapas). Desta forma, vitórias por dois mapas a zero valem três pontos na tabela de classificação e vitórias por um mapa a zero, dois pontos. Empates por um a um ou zero a zero valem um ponto.

Em novembro, no fim da fase regular, os quatro times que tiverem somado mais pontos nos dois turnos da competição estarão classificados para as finais. Enquanto isso, o último colocado da temporada regular buscará a chance de se manter na elite do Rainbow Six Siege brasileiro em partida contra o campeão da Série B.

A expectativa é que as finais do BR6 sejam disputadas em uma arena para milhares de torcedores. O evento será dividido em dois dias: no primeiro, as equipes se enfrentam pelas semifinais no formato MD3 (melhor de três mapas); no segundo, a grande final acontecerá em um confronto MD5 (melhor de cinco mapas).

Uma das grandes novidades do Brasileirão Rainbow Six Siege 2020 será a possibilidade de classificação para o Major da modalidade. O BR6 servirá de caminho para a Copa Elite Six, uma espécie de “Libertadores” da modalidade. O campeonato continental reunirá os melhores times dos torneios latino-americanos em uma disputa classificatória para o Six Major de cada temporada.

“A expectativa é que este novo calendário dê oportunidades para os cenários regionais se desenvolverem e ficarem cada vez mais fortes, além de aumentar a visibilidade dos talentos de cada local. Para o Brasil, nosso objetivo a longo prazo continua o mesmo: fazer com que o país permaneça como uma das maiores potências do cenário competitivo mundial de Rainbow Six Siege”, afirma o diretor geral da Ubisoft para América Latina, Bertrand Chaverot.

Novo Local e Plano de Contingência para a Covid-19

O Brasileirão Rainbow Six Siege 2020 será disputado na Max Arena, que conta com área de mais de 6200m², e está localizada no bairro da Mooca, em São Paulo. Devido à pandemia causada pela COVID-19, a Ubisoft Brasil ainda estuda o melhor formato para realizar os jogos da competição de maneira a garantir a saúde e o bem-estar dos jogadores, torcedores, parceiros e equipes. Sendo assim, ainda não há definição se as partidas serão presenciais logo de início.

A organização do campeonato trabalha com três possibilidades. A primeira consiste na realização do torneio com times, staff e equipe de transmissão no local. A segunda opção não inclui a presença dos atletas na Max Arena. Por último, caso seja necessário, a competição será realizada de forma completamente remota e online.

“Nossa equipe de esports da Ubisoft tem monitorado a situação de perto e prestado atenção às recomendações das autoridades relevantes. Este é um período sem precedentes nos esportes tradicionais e eletrônicos, e todos estão se esforçando para fazer o máximo para assegurar a saúde e o bem-estar de suas comunidades”, fala o diretor de Esports da Ubisoft para a América Latina, Marcio Canosa.

Região latino-americana

Além do Brasileirão Rainbow Six Siege, a América Latina também contará com uma nova temporada do Campeonato Mexicano, além do Campeonato Sul-Americano, que terá a participação de times de Chile, Argentina, Peru e Colômbia. Todos eles se encontrarão na Copa Elite Six, torneio presencial que dará vagas diretas aos Majors.

Copa Elite Six

A Copa Elite Six da América será formada por oito times ao todo em cada temporada: as cinco melhores equipes do respectivo turno do Brasileirão, os dois melhores times do Campeonato Mexicano e o primeiro colocado do Campeonato Sul-Americano. Serão duas temporadas da Copa Elite Six em 2020, uma em agosto e a outra em outubro, sempre precedendo os Majors.

São quatro dias de disputa por temporada, com as oito organizações divididas em dois grupos e com todos do grupo se enfrentando em partidas em Melhor de 3 Mapas (MD3). Os dois melhores classificados de cada grupo avançam para as semifinais e estão automaticamente qualificados para o Six Major. As semifinais e a Grande Final também são disputadas em MD3 e, ao fim do evento, teremos a coroação do campeão com o título de melhor time da modalidade na América Latina da temporada.

Série B e Liga Six

Outra mudança foi no caminho para a elite do Rainbow Six no Brasil. A partir de agora, os jogadores que quiserem alcançar o topo do cenário brasileiro terão três maneiras de fazê-lo. A primeira será por meio da Liga Six e da Série B.

A Liga Six já é conhecida pelos fãs da modalidade. Reformulada, a competição será a porta de entrada para o cenário competitivo. Neste ano, contará com três torneios mensais em maio, junho e julho. Cada uma delas terá pontuação baseada no sistema suíço e será aberta a todas as equipes interessadas com jogadores acima dos 16 anos. Ao final dos três torneios, os oito times que somarem mais pontos estarão classificados para a Série B do Brasileirão Rainbow Six 2020.

Já a Série B será disputada em turno único, em que todos os times se enfrentam. Os quatro melhores se classificarão para a fase final do campeonato. Após duas semifinais e a grande decisão, a equipe campeã enfrentará o último colocado da série A do BR6 2020 na “Partida de Promoção” que está marcada para o dia 22 de novembro e que decidirá uma vaga para a série A do BR6 2021.

Leia também:

Rainbow Six Pro League retorna nesta terça-feira
Brasil receberá finais da Rainbow Six Pro League Season 11 

Draft e R6 Academy

As outras duas maneiras de chegar à elite do Rainbow Six no Brasil serão por meio da R6 Academy e do Draft. As novidades serão oportunidades para novos talentos conquistarem seus lugares ao Sol e representarem as maiores organizações do cenário nacional.

A R6 Academy é o projeto que tem como objetivo o desenvolvimento da base de atletas e a descoberta de novos talentos para o cenário. Desta maneira, as equipes que disputam a série A do Brasileirão poderão contar com suas as próprias line-ups Academy. Os times Academy, por sua vez, estarão aptos a disputar a Liga Six e a Série B, mas não podendo ascender à divisão principal do torneio. Durante as janelas de transferências, os jovens jogadores poderão ser promovidos ao time principal da sua respectiva organização ou negociados com outras organizações.

O Draft, por sua vez, usará um sistema parecido com o da NBA, a liga norte-americana de basquete. O evento dará a oportunidade para equipes de R6 selecionarem promessas da modalidade. Ele ocorrerá em dezembro e janeiro e será a oportunidade para jogadores que não fazem parte de qualquer equipe - seja a line principal ou da R6 Academy - de serem escolhidos pelas dez organizações do Brasileirão. Para isso, os interessados deverão preencher um formulário de inscrição e não possuírem contrato válido com nenhuma organização.

A cerimônia acontecerá em uma noite de gala que está marcada para janeiro. Os dez escolhidos serão anunciados pelas equipes em duas rodadas, em que cada organização pode selecionar um jogador. Os seis primeiros picks estão reservados para times que não se classificaram para os playoffs do Brasileirão. A posição de cada um será definida em sorteio com probabilidades diferentes de acordo com a respectiva colocação final no BR6. O processo se repetirá na segunda rodada, apenas com os quatro melhores classificados do torneio nacional na edição anterior.

Mais de 70 horas de transmissões semanais

Os jogos do cenário competitivo de Rainbow Six Siege terão transmissão a partir de julho, nos canais oficiais do Rainbow Six Esports Brasil na Twitch e no YouTube. Eles irão transmitir com narração em português mais de 70 horas semanais de competições espalhadas pelas regiões que abrangem o cenário competitivo de R6.

Além dos três dias de disputas do Brasileirão 2020, o canal também vai transmitir todas as emoções da Liga Europeia e da Liga Americana nas segundas e quartas-feiras. Nas quintas e sextas-feiras, será a vez da Liga Sul-Americana. Para encerrar a semana, os jogos da Liga Mexicana acontecem aos sábados e domingos, logo após o BR6.

Ascensão: uma série Rainbow Six Siege

Em junho, a Ubisoft Brasil lança a série documental ‘Ascensão’, focada na trajetória de jogadores como Nesk (Team Liquid), Lukid (Team oNe) e Muzi (Ninjas in Pyjamas). A série é dirigida pelo jornalista e apresentador Leo Bianchi e cada episódio contará a história de um jogador profissional de R6 com detalhes da sua trajetória rumo ao cenário competitivo da modalidade no país, com entrevistas com familiares, amigos e pessoas próximas.

Confira o trailer da série abaixo:

 

Veja também

Brasil disputa vaga na final do Pré-Olímpico de Basquete neste sábado
Basquete

Brasil disputa vaga na final do Pré-Olímpico de Basquete neste sábado

Sem lesionado Felipe, seleção faz treino de posse de bola antes de folga
Futebol

Sem lesionado Felipe, seleção faz treino de posse de bola antes de folga