Grand Slam

Estreando nesta terça-feira (3) em Winbledom; confira como vem sendo a temporada de Bia Haddad

Tenista brasileira enfrenta a cazaque Yulia Putintseva, a partir das 7h

Beatriz Haddad Maia, tenista brasileira Beatriz Haddad Maia, tenista brasileira  - Foto: EMMANUEL DUNAND/ AFP

Bia Haddad estreia em Wimbledon nesta terça-feira (04), às 7h. A tenista, que ocupa a décima-terceira posição no Ranking da WTA, não teve muitas oportunidades para treinar na grama após uma lesão no joelho obrigá-la a abandonar a disputa do WTA de Eastbourne e impedir sua participação no torneio de Birmingham. Por outro lado, a brasileira chegou à semifinal de Roland Garros e espera ir longe no Aberto de Londres.

Momento atual

Bia Haddad vive um bom momento no médio prazo. A tenista fez história em Roland Garros e pela primeira vez desde 1968, quando profissionais começaram a competir com amadores, uma brasileira se classificou para a semifinal. Entretanto, o desempenho acima do esperado não se manteve nas competições seguintes.

A atleta sofreu uma lesão no torneio de Notthingham, quando perdeu para a ucraniana Daria Snigur na primeira rodada, e foi diagnosticada com um edema no joelho. Por conta disso, a brasileira não conseguiu defender o título do WTA de Birmingham.

Na última quarta-feira, ela teve de abandonar o WTA 500 de Eastbourne, nas oitavas de final, por causa de dores no joelho direito e para se resguardar até o início de Wimbledon. Ela jogava o segundo set contra a croata Petra Martic, quando pediu atendimento médico e, antes mesmo de ser atendida, desistiu da partida. Por ter perdido o primeiro set, seria arriscado para a Bia disputar mais um jogo longo de três sets.

Poucos jogos em grama

A lesão muscular prejudicou os treinos e os campeonatos que Bia Haddad disputou em grama nesta temporada. Esse é um fator negativo e pode prejudicar a brasileira no Aberto de Londres.

Desempenho em 2022

A campanha da tenista brasileira na chave de simples na edição de 2022 do Torneio de Wimbledon chegou ao fim na primeira rodada. Bia foi derrotada pela eslovena Kaja Juvan por dois sets a um, com parciais de 6-4, 4-6 e 6-2, em uma hora e 56 minutos de partida. Nesse sentido, o histórico da atleta no torneio de Londres no último ano pesa contra ela.

Chave

O caminho da tenista em Wimbledon não é dos mais fáceis. A primeira adversária será a cazaque Yulia Putintseva, atleta que Bia venceu com dificuldade em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, este ano. A segunda rodada deve ser mais tranquila já que as prováveis competidoras são Cristian (ROM) ou Bronzetti (ITA).

A situação se complica no restante do chaveamento. A letã Jelena Ostapenko é a provável adversária e superou Bia nos quatro jogos disputados entre elas. Caso chegue nas oitavas, ela deve enfrentar a atual campeã, Rybakina, outra competidora de peso.

Veja também

Duelo entre Argentina x Canadá marca estreia da Copa América 2024
Futebol

Duelo entre Argentina x Canadá marca estreia da Copa América 2024

Messi, Suárez, Sánchez, Di María: estrelas sul-americanas podem disputar última Copa América
FUTEBOL

Messi, Suárez, Sánchez, Di María: estrelas sul-americanas podem disputar última Copa América

Newsletter