Eutrópio avalia Santa "mais desgastado" que o Náutico para o clássico

Parte física pode ser um fator determinante para o primeiro clássico do ano

Treinador segue em busca da equipe ideal para a estreiaTreinador segue em busca da equipe ideal para a estreia - Foto: Anderson Stevens

Náutico e Santa Cruz se enfrentam neste fim de semana, fazendo o primeiro clássico do ano em Pernambuco. Com ambos invictos no começo do ano, o duelo tende a ser equilibrado tecnicamente. Porém, a parte física pode pesar para o time coral.

O técnico Vinícius Eutrópio vê o Tricolor do Arruda mais desgastado que o rival alvirrubro. "O Náutico teve menos desgaste, pois nós tivemos um jogo fora de casa, contra o atual vice-campeão do Nordeste (Campinense). Mas a experiência nos mostra que não há favoritismo em clássico. Acredito que teremos um jogo de muita força e disputas acirradas. Espero que seja uma partida tecnicamente boa, com a nossa equipe ainda mais organizada".

No treino desta manhã, o desgaste dos atletas foi um problema para Eutrópio. Sem Eduardo e André Luís, o técnico do Santa foi forçado a mexer na equipe considerada titular. "A ideia é manter o mesmo time que vem entrando. Estamos condicionados a questões de desgaste, principalmente do Eduardo e aguardando a regularização do Roberto. Além disso, também precisamos avaliar a parte física do André Luís. Se estiverem aptos até o jogo, é provável que a equipe permaneça".

A notícia boa para o treinador, é que mesmo que tenha que mexer, terá um substituto à disposição. O lateral Roberto teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário na manhã desta sexta-feira (27), e pode enfrentar o Náutico no próximo domingo (29), na Arena de Pernambuco, pela primeira rodada do Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano 2017.

Veja também

Na volta de Guerrero, Inter joga pouco e empata com Cuiabá no Beira-Rio
Série A

Na volta de Guerrero, Inter joga pouco e empata com Cuiabá no Beira-Rio

Salvo três vezes pelo VAR, Palmeiras escapa de derrota para o São Paulo
Série A

Salvo três vezes pelo VAR, Palmeiras escapa de derrota para o São Paulo