Eutrópio não teme pressão no Santa Cruz após segunda derrota consecutiva na Série B

Alvo principal das críticas, o técnico coral ouviu gritos de "burro" vindos da torcida presente no Arruda

Eutrópio: "A pressão é natural" Eutrópio: "A pressão é natural"  - Foto: Anderson Stevens/Arquivo Folha

Novo vexame na Série B, mas desta vez no Arruda. O Santa Cruz foi derrotado pelo Londrina-PR pelo placar de 3 a 1, ontem, e perdeu a segunda partida seguida no Campeonato Brasileiro da Série B, sendo o terceiro revés em seis jogos disputados até agora. De quebra, deixou o G4 e consequentemente aumentou a pressão sobre o técnico Vinícius Eutrópio, que segue sofrendo muitas críticas da torcida.

Apesar dos questionamentos e da cobrança maior quanto ao seu trabalho, o treinador coral não está preocupado com a revolta dos torcedores. “A pressão é natural. Quando perde, tenho que ter sangue frio. A minha preocupação é que o trabalho siga e que a gente consiga colocar o Santa Cruz na primeira divisão”, minimizou.

Na derrota para o Londrina-PR, Vinícius Eutrópio voltou a ser o alvo principal das críticas. Escutou gritos de “burro” e “queremos treinador”, proferidos pela torcida presente nas arquibancadas do José do Rego Maciel.

Desde as eliminações do Santa nas semifinais do Campeonato Pernambucano e da Copa do Nordeste, a torcida tricolor expõe frequentemente nas redes sociais a insatisfação com Eutrópio, que tem um aproveitamento de 57,29% no comando. Ao todo, são 16 vitórias, sete empates e nove derrotas em 32 partidas oficiais disputadas na atual temporada.

Veja também

Mundial de Handebol: Brasil perde para Hungria por 29 a 23
Handebol

Mundial de Handebol: Brasil perde para Hungria por 29 a 23

Ídolo do Sport, Fumagalli vai ao hotel rubro-negro em São Paulo para apoiar jogadores
Sport

Ídolo do Sport, Fumagalli vai ao hotel rubro-negro em São Paulo para apoiar jogadores