A-A+

Jogos Olímpicos

Ex-judocas brasileiros mostram indignação com eliminação de Maria Portela nas Olimpíadas

Medalha de bronze nos Jogos de Atenas em 2004, o ex-judoca Flávio Canto questionou a decisão dos árbitros de não considerarem um wazari para a brasileira

Ex-judocas brasileiros mostram indignação com eliminação de Maria Portela nas OlimpíadasEx-judocas brasileiros mostram indignação com eliminação de Maria Portela nas Olimpíadas - Foto: JACK GUEZ / AFP

Não foram apenas os torcedores na madrugada desta quarta-feira (28) que mostraram indignação com a arbitragem que determinou a eliminação da judoca Maria Portela das Olimpíadas de Tóquio-2020. Medalha de bronze nos Jogos de Atenas em 2004, o ex-judoca Flávio Canto questionou a decisão dos árbitros de não considerarem um wazari para a brasileira. O golpe chegou a ser revisto no vídeo, mas a luta prosseguiu.

Medalhista de prata nas Olimpíadas de Sydney, em 2000, e bronze em Pequim-2008, Tiago Camilo, que comentou a luta para o canal SporTV, também crê que a arbitragem deveria ter registrado um wazari para Maria Portela. Camilo ainda criticou a punição no Golden Score que ocasionou na eliminação da gaúcha.

Alex Pombo, judoca com passagem pela seleção brasileira, recordou ter tido uma experiência ruim com o árbitro mexicano Everardo Garcia, que mediou a luta de Portela nesta quarta. A derrota de Pombo nas semifinais do Pan de Toronto, em 2015, contra o argentino Alejandro Clara, foi decidida com a mesma aplicação da regra que decretou a derrota da brasileira em Tóquio.

Veja também

Após solicitar rescisão, Wallace Pernambucano deixa o Santa Cruz
Santa Cruz

Após solicitar rescisão, Wallace Pernambucano deixa o Santa Cruz

CR7 encabeça jogadores mais bem pagos do mundo, com Messi e Neymar logo atrás; veja lista
FUTEBOL

CR7 encabeça jogadores mais bem pagos do mundo, com Messi e Neymar logo atrás; veja lista