Futebol

Ex-presidentes do Santa Cruz formam colegiado para tentar salvar time de rebaixamento

Decisão foi tomada pelo Conselho Consultivo do clube e grupo será liderado por Alexandre Miranda

Constantino Júnior e Alírio MoraisConstantino Júnior e Alírio Morais - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Dias após um grupo de conselheiros se reunir para pedir a renúncia do presidente Joaquim Bezerra, foi formado um colegiado de ex-presidentes do Santa Cruz, de acordo com decisão do Conselho Consultivo do clube. O grupo será liderado por Alexandre Mirinda, que presidiu o Tricolor em 1993. A informação foi confirmada por ele à reportagem da Folha de Pernambuco

O colegiado será formado por Constantino Júnior, Alírio Morais, Antônio Luiz Neto, Rodolfo Aguiar, Jonas Alvarenga, Zé Neves, Edelson Barbosa, Romerito Jatobá, João Caixeiro, entre outros.

"Estamos nos reunindo, criando estratégias para melhorar o ânimo do grupo. Tivemos um encontro com o elenco, o técnico Roberto Fernandes, dirigentes e conselheiros do Santa. O momento é complicado. Eu, como um engenheiro, sei que, matematicamente, a missão (de escapar do rebaixamento à Série D) é difícil. Porém, sou um otimista por natureza. Acredito que é possível reagir. Com a união de todos, até porque uma pessoa somente não resolve", disse Mirinda. 

Atualmente, o Santa Cruz é o último colocado do seu grupo na Série C, sem ter vencido nenhuma partida na competição. A última vitória conquistada pelo time foi diante do Retrô, pela primeira fase do Campeonato Pernambucano, 84 dias atrás, somando 15 partidas sem triunfo no período. 

"Sou um comandante que já deu muitas alegrias ao Santa. Serei o último a abandonar o barco. Quem tinha de sair, já saiu. Talvez não teve a coragem de enfrentar o momento. Agora é hora de ir para a guerra", completou o ex-presidente.

A situação também não está fácil fora do campo. Além da recente pressão pela renúncia de Joaquim Bezerra, o presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz, Mário Godoy, solicitou afastamento temporário por 90 dias do cargo. Uma das motivações do mandatário foi a série de ameaças que recebeu de parte da torcida coral. 

 

Veja também

Brasil vence o Egito no futebol masculino e se classifica à semi das Olimpíadas
Jogos Olímpicos

Brasil vence o Egito no futebol masculino e se classifica à semi das Olimpíadas

Série D: Madureira busca reabilitação e São Bento tenta 1ª vitória
Série D

Série D: Madureira busca reabilitação e São Bento tenta 1ª vitória