Falcão ou Manoel Tobias: quem é o melhor do futsal?

Dois dos maiores jogadores de futsal da história possuem números parecidos, mas características diferentes

EmojiEmoji - Foto: Divulgação

O Brasil foi eliminado precocemente do Mun­dial de Futsal deste ano, mas a competição reservou recordes especiais. Nela, Falcão superou Manoel Tobias como o maior goleador da seleção brasileira de Futsal em Copas do Mundo. Sem sombra de dúvidas, são estrelas comparáveis, tanto pelas estatísticas quanto pelo impacto deles com o futebol de quadra.

Levando em conta isso, a Folha de Pernambuco falou com especialistas da área e perguntou quem foi melhor: Falcão ou Manoel Tobias?
Os dois lideram as tabelas de números com a camisa verde-amarela, onde marcaram gerações vitoriosas. Manoel, nascido em Salgueiro, no Sertão de Pernambuco, destacou-se co­mo pivô, marcando 43 gols em Copas do Mundo. Aposentando-se em 2007, o jogador acabou tendo como “herdeiro” um ídolo do esporte mundial.

Já o camisa 12, nascido em São Paulo, fez sua carreira no Brasil, passando por grandes clubes paulistas como Corinthians e Santos. Mas foi no Malwee Jaraguá que o ala consolidou sua hegemonia. Depois, comandou a seleção nas Copas de 2008 e 2012, vencendo as duas e ajudando a restaurar o orgulho do futsal brasileiro após o fracasso de 2004. Além das vitórias e dos números, a habilidade e os golaços também viraram marca registrada do atleta, que virou referência no mundo inteiro.

Com dois currículos tão vastos, é nas características de cada um que a diferença se faz. Para Luiz Cláudio, presidente da Federação Pernambucana de Futsal, o conterrâneo Manoel Tobias leva ligeira vantagem na comparação com Falcão. “Os dois viveram um estrelato, foram atletas que bem representaram a seleção brasileira. Mas Manoel Tobias foi o mais completo”, diz Luiz, que trabalhou com o ex-camisa 5 do Brasil no início da carreira. “Manoel sabia jogar para o time, tecnicamente e taticamente. Já o Falcão, a qualquer momento, por ser um gênio, poderia definir a partida”, completa.

Um dos fatores que o presidente aponta também é o período de destaque dos dois. “O grande diferencial foi a época. Falcão teve mais poder de mídia e carisma com o público do que Manoel Tobias, “, afirma Luiz. Isso também teve ajuda da tecnologia. No auge do camisa 12 do Brasil, a internet e os provedores de vídeo começavam a engrenar, além do surgimento das redes sociais. Também por isso, é até mais fácil encontrar registros das mágicas jogadas de Falcão.

Mas o ex-ala nascido em Pernambuco não é favorito apenas para Luiz. Quem também destaca o pernambucano é o treinador Fabiano Tadeu, conhecido como Chokito. Para ele, é difícil fazer uma comparação entre os dois, pois embora tenham sido contemporâneos por um tempo, se destacaram em períodos diferentes do esporte. Perguntado sobre quem ele escolheria entre os dois, ele afirma: “Eu preferiria Manoel no meu time. Eu entendo ele como mais participativo em outros fundamentos do jogo do que Falcão”.

Embora os dois tenham números comparáveis, é difícil definir quem foi o melhor. Falcão, gênio na hora de finalizar, na hora de desmontar o adversário. Manoel, menos habilidoso, porém mais completo, ajudando bastante o time. A única certeza é de que os dois ficarão eternizados para sempre na história do esporte. Enquanto no futebol se fala em Maradona e Pelé, no futsal a disputa pelo melhor fica em solo brasileiro mesmo.

Veja também

Inscrições abertas para os programas Bolsa Atleta Pernambuco e Time PE
Programa

Inscrições abertas para programa Bolsa Atleta PE

'Seria uma boa para os dois’, diz empresário de Negueba sobre interesse do Santa Cruz
SANTA CRUZ

'Seria uma boa para os dois’, diz empresário de Negueba sobre interesse do Santa Cruz