A-A+

Federação retira licença de piloto que acionou freio de adversário na Moto2

O piloto Romano Fenati teve atitude antidesportiva e quase causou acidente grave no Grande Prêmio de San Marino

Federação retirou a licença de piloto de Romano Fenati Federação retirou a licença de piloto de Romano Fenati  - Foto: (Foto: Reprodução/Twitter)

O tribunal disciplinar da Federação Italiana de Motociclismo retirou nesta terça-feira (11) a licença de piloto de Romano Fenati, que acionou o freio dianteiro de um adversário, durante o Grande Prêmio de San Marino e Riviera de Rimini, pelo Campeonato Mundial de Moto2.

Fenati, então piloto da Snipers Kalex, se envolveu em disputa com o compatriota da Forward Suter, e revidou uma manobra do rival com o polêmico ato. Por causa disso, foi desqualificado, suspenso por duas provas e acabou perdendo emprego no dia seguinte.

"Considerada a gravidade do gesto, o pedido da promotoria federal, foi integralmente acolhido, e o Tribunal Federal impôs para Romano Fenati a suspensão de todas as atividades esportivas e federais, com a retirada da licença de piloto", diz comunicado emitido pela federação.

Além disso, o órgão marcou para o dia 14 de setembro uma audiência com o piloto, que terá o "direito de ser acompanhado por um advogado".

Ontem, Fenati admitiu estar arrependido da ação e pediu desculpas. Por causa do acionamento do freio do adversário, o italiano deve ter o contrato com a Forward Suter, para a próxima temporada, cancelado.


Veja também

Florentin diz que precisa se adaptar às características do elenco do Sport
Futebol

Florentin diz que precisa se adaptar às características do elenco do Sport

Jon Jones é detido acusado de violência doméstica, diz site
EUA

Jon Jones é detido acusado de violência doméstica, diz site