Federer vence e se torna mais velho número 1 do tênis

A última vez em que o suiço figurou na ponta havia sido em de 2012, posto que estava com Nadal desde agosto de 2017

Roger FedererRoger Federer - Foto: Nicolas Asfouri/AFP

Depois de exatos cinco anos e 106 dias, Roger Federer está de volta à liderança do ranking mundial de tênis. O suíço confirmou o retorno ao posto de número 1 ao vencer, nesta sexta-feira, o holandês Robin Haase por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/1 e 6/1, em uma hora e 19 minutos de partida, pelas quartas de final do Torneio de Roterdã, na Holanda.

Na atualização do ranking da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) a ser divulgada na próxima segunda-feira (19), Federer aparecerá à frente do espanhol Rafael Nadal, líder desde agosto de 2017. A última vez em que figurou na ponta havia sido em 4 de novembro de 2012.

Aos 36 anos, Federer se torna o tenista mais velho, homem ou mulher, a ocupar o posto de número 1 do mundo, superando marca antes pertencente à norte-americana Serena Williams (aos 35).

Em quadra, Federer teve oportunidade para quebrar o serviço do adversário no início no primeiro set, mas desperdiçou e passou a sofrer com os potentes saques do holandês, 30 anos e número 42 do mundo.

Com alto aproveitamento no fundamento -cinco aces e 81% dos pontos oriundos do primeiro serviço- e apoiado pela torcida local, Haase quebrou o saque do suíço no nono game e, em seguida, fechou a parcial em 6/4.

A derrota no set despertou Federer, que adotou postura mais agressiva e dominante no segundo set. Com 11 pontos consecutivos, ele quebrou o serviço do holandês logo no segundo game, abrindo 3 a 0. Com nova quebra, manteve o controle e empatou o placar fechando a parcial em 6/1.

O ritmo impiedoso se manteve no terceiro set, e Federer confirmou a vitória e a volta à liderança do ranking mundial, ao fechar o duelo com um novo 6/1, após uma dupla falta de Haase.

Caso avance à final em Roterdã, o suíço buscará o 97º título de simples da carreira -ele é o segundo maior vencedor da era aberta do tênis (desde 1968), atrás apenas do norte-americano Jimmy Connors, com 109 troféus.

Veja também

Jair ganha opções dentro do elenco do Sport
Sport

Jair ganha opções dentro do elenco do Sport

Cairo Santos renasce na NFL após dispensas e até quebra recorde pessoal
NFL

Cairo Santos renasce na NFL após dispensas e até quebra recorde pessoal