Ferj convoca trio e pode mudar local de jogo do Vasco

Reunião foi marcada por conta de impasse envolvendo Eurico Miranda e opositores

Ex-presidente do Vasco, Eurico Miranda, faleceu aos 74 anosEx-presidente do Vasco, Eurico Miranda, faleceu aos 74 anos - Foto: Paulo Fernandes/Vasco

A instabilidade do clima político do Vasco pode tirar a estreia do time no Campeonato Carioca de São Januário. Sem um entendimento entre Eurico Miranda e seus opositores sobre responsabilidades e operação da partida após o fim do mandato do polêmico cartola -e a decisão da Justiça por uma gestão compartilhada-, o jogo pode ser transferido para o estádio Engenhão.

O presidente da Ferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro), Rubens Lopes, convocou Eurico, Júlio Brant e Fernando Horta para uma reunião na sede da entidade a fim de definir o impasse.

Representantes de Júlio Brant, opositor e vencedor da eleição de novembro, procuraram a Ferj para resolver a situação após Eurico informar que não havia condições de assumir um jogo em São Januário.

"Quem paga o bilheteiro, o catraqueiro, o quadro móvel, a ambulância? Eu não vou assumir essa responsabilidade. E eu não governo com três. Muito difícil esse jogo ser realizado amanhã [quinta]", ameaçou Eurico Miranda.

Ao mesmo tempo, o outro grupo político já buscava um diálogo com a Ferj, que ofereceu até mesmo a operação móvel da partida.

Veja também

Durval aciona Sport na Justiça por descumprimento de acordoFutebol

Durval aciona Sport na Justiça por descumprimento de acordo

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao SantaFutebol

Esquerdinha cita experiência como trunfo em retorno ao Santa