FUTEBOL

Fifa convoca reunião sobre 'futuro do futebol' para dezembro

O principal o objetivo da reunião é estudar sua polêmica proposta de organizar a Copa do Mundo a cada dois anos em vez de quatro

FifaFifa - Foto: Divulgação/FIFA

Leia também

• Presidente da Fifa diz que Copa a cada dois anos fará o 'futebol verdadeiramente global'

• Fifa convoca reunião com técnicos para debater Copa a cada dois anos

• Copa do Mundo a cada dois anos?! Essa Fifa endoidou, foi?!

A Federação Internacional de Futebol (Fifa) convocou uma reunião para o dia 20 de dezembro com o objetivo de estudar "o futuro do futebol" e, principalmente, sua polêmica proposta de organizar a Copa do Mundo a cada dois anos em vez de quatro, anunciou nesta quarta-feira a entidade. 

As 211 federações que integram a Fifa vão se reunir em videoconferência "para discutir o futuro do futebol depois de terem sido informadas sobre o processo de consulta sobre o assunto", explicou a organização que comanda a modalidade esportiva no mundo. 

O órgão internacional, que lançou um estudo de viabilidade desde maio de 2021 sobre a possibilidade de realizar a Copa do Mundo cada dois anos, "ouvirá todas as opiniões em um processo de consulta inclusiva e exaustiva", declarou Gianni Infantino, presidente da Fifa. 

A cúpula virtual vai "ter como objetivo chegar a um acordo" sobre o calendário internacional e a distribuição das janelas dos jogos das seleções nacionais e dos períodos em que os jogadores ficam à disposição dos seus clubes, afirmou a entidade. 

O projeto de uma Copa do Mundo bienal, promovido pela Fifa, tem gerado diversas resistências entre os jogadores, que denunciam o aumento da frequência de partidas. 

Os clubes também temem ser privados de seus jogadores por mais tempo, e associações de torcedores desconfiam da possibilidade da principal competição do futebol ficar desvalorizada.

Veja também

Barcelona perde para o Bayern e se despede da Liga dos CampeõesFutebol

Barcelona perde para o Bayern e se despede da Liga dos Campeões

"Base não pode ser somente tapa-buraco", alerta Everton FelipeFutebol

"Base não pode ser somente tapa-buraco", alerta Everton Felipe