Fifa diz que controles antidoping das Confederações deram negativo

No total, foram 379 provas e 854 amostras, sendo 362 de urina, 258 de soro e 244 de sangue

Alemanha foi a campeã da Copa das Confederações russaAlemanha foi a campeã da Copa das Confederações russa - Foto: FRANCK FIFE / AFP

A Fifa anunciou, nesta segunda-feira (24), que todos os controles de doping realizados nas Copas das Confederações 2017 deram resultados negativos.

"A Fifa realizou a maior campanha antidoping da história do torneio, que incluiu a retirada de amostras de sangue e urina, antes e durante a competição. Todos os participantes tiveram que se submeter aos controles efetuados sem aviso prévio. Além disso, os oficiais da Fifa controlaram a dois jogadores de cada seleção ao final de cada partida", explicou a Fifa em comunicado.

No total, foram 379 provas e 854 amostras, sendo 362 de urina, 258 de soro e 244 de sangue. As análises das amostras foram realizadas em "organizações acreditadas pela Agência Mundial Antidopagem" e a maioria das mostras foram analisadas no laboratório de Lausana.

A Alemanha foi a campeã do torneio ao vencer o Chile por 1 a 0, no último dia 2 de julho. Portugal, México, Rússia, Camarões, Austrália e Nova Zelândia também participaram da competição.

Veja também

Hélio elogia força do lado direito em vitória
Futebol

Hélio elogia força do lado direito em vitória

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4
Futebol

Náutico goleia Oeste por 4x1, nos Aflitos, e se distancia do Z4