Fifa irá repassar R$330 mi para o Brasil

Será criada uma entidade para que o dinheiro referente ao legado da Copa do Mundo de 2014 seja entregue

Reunião com Gianni Infantino, presidente da FIFAReunião com Gianni Infantino, presidente da FIFA - Foto: FIFA/Getty Images

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, confirmou em entrevista coletiva que a entidade decidiu nesta sexta-feira (27), durante reunião do conselho em Calcutá, pela criação de uma entidade para que o dinheiro referente ao legado da Copa do Mundo de 2014 seja repassado ao futebol brasileiro.

Leia também
Fifa distribuirá R$ 1,3 bilhão em prêmios na Copa
Ex-dirigente da Guatemala é o 1º condenado em escândalo da Fifa

O repasse estava bloqueado desde o segundo semestre de 2015 em decorrência da prisão do ex-presidente da CBF, José Maria Marin, e da investigação da Justiça americana a outros dirigentes sul-americanos. Dos US$ 100 milhões (cerca de R$ 330 milhões) previstos para o programa legado da Copa de países-sede, apenas US$ 5 milhões (cerca de R$ 16 milhões) já haviam sido repassados até aquele momento.

"Nós decidimos que uma entidade será estabelecida no Brasil para cuidar do programa de legado que foi prometido há muitos anos, antes mesmo da Copa do Mundo, e que foi interrompido por vários motivos. Nós encontramos a maneira certa de conduzir isso, e agora temos que estabelecer essa entidade, assim como suas especificações técnicas a partir do nosso ponto de vista para que o Brasil possa se beneficiar do programa de legado da Copa", disse.

Desta forma, é esperado que nos próximos meses seja definido como será feito o pagamento do valor restante.

Veja também

Jair Ventura ressalta 'melhor segundo tempo' do Sport em 'final de Copa do Mundo'
Sport

Jair Ventura ressalta 'melhor segundo tempo' do Sport em 'final de Copa do Mundo'

Hélio agradece jogadores e afirma não ter deixado de acreditar na permanência
Náutico

Hélio agradece jogadores e afirma não ter deixado de acreditar na permanência