Fifa quer duplicar número de jogadoras de futebol até 2026

A Fifa estabeleceu objetivos nesta quarta-feira (10) para ajudar no crescimento do futebol feminino pelo mundo

Marta já foi eleita seis vezes a melhor jogadora de futebol do mundo Marta já foi eleita seis vezes a melhor jogadora de futebol do mundo  - Foto: Reprodução/Facebook

Um maior número de licenças, mais mulheres nas entidades retoras e aumento da receita comercial: a Fifa estabeleceu os primeiros objetivos "concretos" para desenvolver o futebol feminino, explicou nesta quarta-feira (10) à AFP Sarai Bareman, diretora de futebol feminino da Fifa.

"A primeira estratégia global para o futebol feminino", lançada nesta semana pela Fifa, inclui "três objetivos principais: aumentar o número de jogadoras, melhorar o valor comercial e criar bases" sólidas, detalhou Bareman, responsável pelo projeto.

A entidade quer duplicar o número de jogadoras para alcançar a marca das 60 milhões de atletas no mundo até 2026, além de profissionalizar os clubes e os campeonatos femininos.
Leia também:
Melhor do mundo, Marta chora ao lembrar preconceito
Marta é eleita melhor jogadora do mundo pela 6ª vez

Isso passaria pelo "desenvolvimento de treinadores e de árbitros" femininos, disse Bareman.

A estratégia desenhada consiste em integrar mais mulheres nas entidades que regem o futebol, especialmente nos comitês executivos dos países membros da Fifa.

Questionada sobre o orçamento e o número de pessoas dedicadas ao projeto, Bareman se limitou a dizer que a Fifa será responsável pela implementação da estratégia.

Em vídeo, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, comemorou ter "feito muito" pelo futebol feminino desde que assumiu o comanda da entidade, em 2016. Mas "não é suficiente", é preciso passar a "um nível superior" e "ter uma estratégia para isso".

Veja também

Conmebol define datas de rodada tripla das Eliminatórias em outubro
Eliminatórias

Conmebol define datas de rodada tripla das Eliminatórias em outubro

Sem lesão, Sabino viaja e reforça Sport contra o Galo
Sport

Sem lesão, Sabino viaja e reforça Sport contra o Galo