A-A+

Filipinho cai em Pipeline e garante Italo e Medina na Olimpíada

Atual líder do ranking da WSL (World Surf League), o potiguar Italo Ferreira briga por seu primeiro título mundial na carreira

Filipe ToledoFilipe Toledo - Foto: Reprodução/WSL

Os surfistas Italo Ferreira e Gabriel Medina, ambos de 25 anos, serão os representantes do Brasil na Olimpíada de Tóquio em 2020, primeira edição do evento que contará com o surfe em seu programa de eventos.

A dupla garantiu nesta quarta-feira (11) a vaga nos Jogos Olímpicos graças à queda de outro brasileiro, Filipe Toledo, que parou na terceira fase ao perder a bateria para o neozelandês Ricardo Christie em Pipeline, no Havaí, a última etapa do Circuito Mundial.
Atual líder do ranking da WSL (World Surf League), o potiguar Italo Ferreira briga por seu primeiro título mundial na carreira.

Já o paulista Gabriel Medina, que conquistou a edição de 2018, busca o tricampeonato -sua primeira conquista foi em 2014, com apenas 20 anos de idade. Eles avançaram para as oitavas de final, que devem ser disputadas nesta quinta (12), a depender da condição das ondas em Pipeline.

Cada país tem direito a apenas duas vagas por gênero para a Olimpíada de Tóquio. No feminino, o Brasil também já tem suas duas representantes para a disputa do evento no ano que vem: a gaúcha Tatiana Weston-Webb, 23, que foi criada no Havaí, mas optou por defender a bandeira brasileira nos Jogos, e a cearense Silvana Lima, 35.

Leia também:
WSL rebate Medina e mantém eliminação por interferência
Italo leva prêmio de melhor surfista do ano no 'Surfer Awards 2019'

Veja também

SDS garante presença de segurança pública nos estádios
Futebol

SDS garante presença de segurança pública nos estádios

Presidente interino e CEO são apresentados no Arruda
Futebol

Presidente interino e CEO são apresentados no Arruda