A-A+

Finais de Conferência da NBA têm surpresas e afirmações

NBA abre séries para definir campeões e postulantes à quebrar hegemonia dos Warriors sedentos por façanha

Portland, de Lillard, promete incomodar os atuais bicampeõesPortland, de Lillard, promete incomodar os atuais bicampeões - Foto: Garrett Ellwood/NBAE

Com surpresas e afirmações, a NBA chega às finais de Conferência com promessa de mais emoções. No Oeste, os atuais bicampeões Golden State Warriors enfrentarão a surpresa do campeonato, o Portland Trail Blazers. Já o Leste trará a disputa dos dois times de melhor campanha na temporada regular, Milwaukee Bucks e Toronto Raptors.

Warriors e Blazzers abrem a série melhor de sete na Oracle Arena, nesta terça-feira (14). Na temporada regular foram duas vitórias para cada lado. Principal surpresa da temporada, o Portland despachou Oklahoma City Thunder e Denver Nuggets. Damian Lillard e CJ McCollum têm sido essenciais na campanha. O ala-armador fez um jogo sete espetacular contra os Nuggets: acumulou 37 pontos, anotou nove rebotes, deu toco em Jamal Murray nos minutos finais e matou a bola decisiva a 11 segundos do fim.

Leia também:
NBA se aproxima da TV aberta e pode ter jogos na Band

A equipe do Oregon atingiu a final de conferência pela primeira vez em 19 anos. A última oportunidade foi em 2000, em um time que contava com Scottie Pippen, Rasheed Wallace e Arvydas Sabonis. Eles só foram eliminados pelo Los Angeles Lakers de Shaquille O´Neal e Kobe Bryant depois de sete partidas.

Já o Golden State teve o seu favoritismo ameaçado nas semifinais. Isso porque no jogo da última quarta-feira contra o Houston Rockets, o principal destaque da franquia nos playoffs, Kevin Durant, que tem média de 34.2 pontos por partida na pós-temporada, saiu com um estiramento na panturrilha direita ainda no terceiro quarto.

Desde a primeira rodada os Warriors sofrem com o desfalque de Demarcus Cousins, e no último período do jogo contra o time do Texas perdeu Draymond Green por excesso de faltas. O que era para ser uma derrota preocupante virou uma grande demonstração de força da equipe. Na marra, Stephen Curry e Klay Thompson foram fundamentais para o Golden State vencer o quinto e o sexto jogos da série e embalar a sua quinta final de Conferência consecutiva.

Mas nem só de flores vivem os Warriors. Jamais o time da Califórnia havia perdido tantas partidas de playoffs no período - Houston e Clippers duas vezes cada. Fica a expectativa de um grande confronto e o questionamento de como o pivô turco Enes Kanter será utilizado, já que provavelmente ele será o principal alvo do ataque da equipe de Oakland.

Na Conferência Leste, o Milwaukee Bucks chega à decisão embalado por uma quebra de jejum. A equipe já acumulava 18 anos longe das finais, mas Giannis Antetokounmpo e companhia derrotaram um dos principais candidatos ao título, o Boston Celtics, por 4x1. O grego teve papel fundamental nas infiltrações e nos passes certeiros para as bolas de três do vasto arsenal de perímetro, do técnico Mike Budenholzer.

Adversário com missão ingrata de tentar anular o ala de 2,11m, o Toronto Raptors está na sua segunda final de Conferência da história. Mas a equipe não chegou de forma simples: a vitória foi conseguida por Kawhi Leonard no estouro do cronômetro, em cima de ninguém menos que Joel Embiid. O ala inclusive é o principal destaque da franquia canadense e encara o Bucks numa série sem favorito e que merece atenção.

Veja também

Brasil vence Marrocos e avança para semi na Copa do Mundo
Futsal

Brasil vence Marrocos e avança para semi na Copa do Mundo

Lewis Hamilton conquista na Rússia sua vitória de número 100 na F1
Fórmula 1

Lewis Hamilton conquista na Rússia sua vitória de número 100 na F1