VÔLEI DE PRAIA

Final do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, no Recife, é marcada por protestos contra homofobia

Última fase da competição aconteceu neste domingo (17), na praia do Pina

Medalhistas do Top16 levam protesto contra homofobia ao pódio da categoria Medalhistas do Top16 levam protesto contra homofobia ao pódio da categoria  - Foto: Paullo Allmeida / Folha de Pernambuco

Neste domingo (17), o público que foi até a praia do Pina, na Zona Sul do Recife, acompanhou as disputas pelo pódio das categorias feminina e masculina do Top16 do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia. Além da expectativa pelos resultados, o último dia de competição também foi marcado por protestos e pedidos de justiça em nome do jogador Anderson Melo, que sofreu ataques homofóbicos enquanto disputava uma partida na última quinta-feira (14).

Antes do início dos jogos, as duplas entraram em quadra carregando faixas com as frases “Homofobia é crime” e “Anderson Melo, essa luta é de todos!”.

Um alerta de conscientização também foi lido antes das partidas:

“Atenção, torcedores! Racismo, homofobia e outros atos discriminatórios são crime, e não podem fazer parte dos eventos do voleibol brasileiro. Manifestações como as ocorridas nas quadras externas não podem se repetir. Esporte é diversidade, tolerância, respeito e inclusão!”. 

Fora de quadra, os atletas também fizeram questão de repudiar as atitudes preconceituosas da torcida. 

“Isso é inadmissível. A gente vê coisas desse tipo acontecer em outros esportes e não esperávamos que isso fosse chegar até a nossa categoria, mas infelizmente chegou”, explicou o jogador André, que disputou o ouro em quadra. “Isso não vai conseguir perdurar porque os atletas estão unidos contra isso. Se acontecer de novo, iremos nos juntar outra vez e tomar as devidas providências”, finalizou. 

Resultados

Na decisão da categoria masculina, os campeões pan-americanos George (PB) e André (ES) ficaram com o ouro após uma disputa apertada contra Heitor Frank (RJ) e Vinícius (ES), que levaram a prata. O jogo terminou em 2 sets a 1  (23/21, 13/21 e 15/7), após uma virada da dupla vencedora no tiebreak. O resultado positivo é o primeiro da temporada de 2024 para André e George.

“Na primeira etapa, infelizmente, não conseguimos ir tão bem. Nosso foco sempre é ganhar e está sendo um bom preparatório para o circuito mundial, que jogaremos aqui na semana que vem”, comentou André.

Dupla campeã da categoria masculina: George e AndréDupla campeã da categoria masculina: George e André. Foto: Paullo Allmeida / Folha de Pernambuco

A disputa pelo terceiro lugar também levou grandes nomes da modalidade ao pódio neste domingo.  No primeiro jogo da manhã, os atuais campeões mundiais Arthur (MS) e Adrielson (PR) venceram o bronze por 2 sets a 1  (21/16, 18/21, 15/9)contra a dupla Pedro (SE) e Gabriel Santiago (DF).

No feminino, a dupla Talita (AL) e Taiana (CE) enfrentou Thamela (ES) e Elize (ES).
Na disputa, as capixabas superaram o favoritismo das adversárias e levaram a melhor, garantindo o ouro com 2 sets a 0 (21/19 e 21/16). 

Para Thamela, nem o calor impediu a vitória, que marcou um momento importante na trajetória das duas.

“Hoje foi um dos dias mais quentes, mas a energia da torcida ajudou muito. Concretizar o nosso trabalho com um título desses é sempre muito importante”, destacou.
 

Veja também

Djokovic é eliminado nas semis em Genebra, às vésperas de Roland Garros
Tênis

Djokovic é eliminado nas semis em Genebra, às vésperas de Roland Garros

Em jogo de estreia, patrocinador máster promove ações para torcida do Náutico nos Aflitos
Torcedor

Em jogo de estreia, patrocinador máster promove ações para torcida do Náutico nos Aflitos

Newsletter