Flamengo é campeão e mantém tabu contra o Vasco

Rubro-negro venceu por 2x0, neste domingo (21), e manteve a escrita de não perder para o rival em finais

Flamengo, campeão carioca de 2019Flamengo, campeão carioca de 2019 - Foto: Mauro Pimentel / AFP

Confirmando o favoritismo que carregava pela superioridade técnica e também pela vitória por 2x0 no primeiro jogo da final, no estádio Nilton Santos, o Flamengo venceu o Vasco novamente por 2x0, neste domingo (21) - com gols de Willian Arão e Vitinho -, sagrou-se campeão carioca de 2019 e manteve o longo tabu de 31 anos sem perder para o rival em decisões. O título foi o primeiro com o clube sendo o gestor do Maracanã, que estava com uma ampla maioria de rubro-negros.

O elenco, porém, terá pouco tempo para comemorar, já que a delegação viaja para Quito (EQU) logo após o almoço desta segunda-feira (22), visando o importante compromisso desta quarta-feira (24), contra a LDU, que pode selar a classificação do Flamengo na Copa Libertadores.

O clássico entre Flamengo e Vasco foi bem mais equilibrado que o de domingo passado, quando o Rubro-Negro venceu no estádio Nilton Santos com extrema facilidade por 2x0. O Cruzmaltino apresentou uma postura mais corajosa, se lançou ao ataque e criou oportunidades de gol. O time da Gávea, porém, mais uma vez demonstrou superioridade técnica.

O gol do Flamengo surgiu após um impedimento de Gabigol não marcado pela arbitragem. Na sequência da jogada, o atacante sofreu falta. Na cobrança, Arrascaeta cruzou e encontrou Willian Arão, que cabeceou para o fundo da rede. Após o gol, o Vasco pareceu sentir o baque e o Flamengo passou a chegar como queria no ataque diante de uma defesa cruzmaltina desarrumada e assustada. Por pouco o Rubro-Negro não ampliou.

O Vasco teve ao menos três boas oportunidades para empatar. A primeira com Pikachu, que chutou e Renê tirou quase em cima da linha. Em seguida, Lucas Mineiro chutou mal, da altura da marca do pênalti, após um bom passe de Lucas Santos. E o lateral-esquerdo Danilo Barcelos também chegou atrasado em uma bola cruzada que levou perigo.

Aos 37 minutos do segundo tempo, Diego deu bela enfiada para Vitinho, que em velocidade saiu na cara de Fernando Miguel e, com categoria, chutou para o fundo do gol, fechando o caixão e decretando o 2x0.

Ficha do jogo 

Flamengo 2
Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Cuéllar, Willian Arão, Diego, Éverton Ribeiro (Lincoln) e Arrascaeta (Vitinho); Gabigol (Ronaldo)
Técnico: Abel Braga

Vasco 0
Fernando Miguel, Raul Cáceres (Bruno Cesar), Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Raul, Lucas Mineiro e Yago Pikachu; Lucas Santos (Maxi Lopez), Marrony e Yan Sasse (Ribamar)
Técnico: Alberto Valenti

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Luiz Cláudio Regazone
Cartões amarelos: Diego, Gabigol (FLA); Leandro Castan, Danilo Barcelos, Werley, Raul, Marrony (VAS)
Cartões vermelhos: Werley (VAS)
Gols: Willian Arão, aos 15 minutos do primeiro tempo (FLA); Vitinho, aos 37 minutos do primeiro tempo (FLA)

Veja também

Ídolo do Sport, pernambucano Manga é vacinado contra Covid-19
Sport

Ídolo do Sport, pernambucano Manga é vacinado contra Covid-19

Acompanhe o lance a lance de Náutico x Oeste, pela Série B
BRASILEIRO SÉRIE B

Acompanhe o lance a lance de Náutico x Oeste, pela Série B