SANTA CRUZ

Foco nos reforços para setor defensivo no Santa Cruz

O setor mais inconstante do clube sofreu em 2016. Foram 69 gols em 38 partidas no Brasileirão.

Oito agentes socioeducativos devem se apresentar no Recife, desta quinta até o próximo dia 25, para a contrataçãoOito agentes socioeducativos devem se apresentar no Recife, desta quinta até o próximo dia 25, para a contratação - Foto: Divulgação / Funase

 

O elenco do Santa Cruz vem sofrendo um desmanche no final deste ano. O clube perdeu as principais peças, ídolos, e tem um orçamento menor para 2017. Grafite, Keno e Tiago Cardoso foram embora. E nesta passagem de ano o panorama também muda, o Tricolor só tem uma saída: reconstruir. Com técnico já definido, a corrida agora é para renovar, contratar e fechar o grupo que vai disputar, ainda no primeiro semestre, Pernambucano e Copa do Nordeste. E um bom time começa pela defesa.
O setor mais inconstante do clube sofreu em 2016. Foram 69 gols em 38 partidas no Brasileirão, além da grande combinação de atletas diferentes no “miolo de zaga”. Mas, para 2017, é a parte do elenco que tem mais jogadores renovados/contratados até agora.

Ontem, o Santa anunciou a renovação de Vítor. O atleta de 34 anos assinou compromisso até 30 de novembro do próximo ano e está à disposição do técnico Vinícius Eutrópio. Outro nome anunciado pelo time coral foi o do também lateral-direito argentino Gabriel Vallés. Com 30 anos, o jogador estava no Arruda desde setembro, mas não pôde jogar por problemas na documentação junto à CBF e à Conmebol.
Além deles, Danny Morais foi procurado pela diretoria, mas sua situação segue indefinida. No gol, Júlio César assumirá o posto deixado por Tiago Cardoso. Outros que ficarão no Arruda, também no sistema defensivo, são o lateral-esquerdo Tiago Costa e o zagueiro Bruno Silva, este recém-contratado. Agora, Vinícius Eutrópio tem à disposição uma defesa completa, e o foco deverá ser em repor as perdas no ataque. Com orçamento reduzido, o Tricolor já tem uma base para iniciar o ano de 2017, mesmo com a folha caindo de R$ 1,3 milhão para R$ 650 mil.

 

Veja também

Em duelo de invictos, líder Náutico enfrenta o Retrô na Arena de Pernambuco
Futebol

Em duelo de invictos, líder Náutico enfrenta o Retrô na Arena de Pernambuco

'Foi uma partida atípica', declara João Brigatti após derrota para o Botafogo/PB
Santa Cruz

'Foi uma partida atípica', declara João Brigatti após derrota para o Botafogo/PB