Força máxima contra a Argentina

O técnico também poderá contar com o retorno do atacante Neymar, que estava suspenso pelo segundo cartão amarelo

É o tchanÉ o tchan - Foto: divulgação

 

SÃO PAULO (Folhapress) - Agora líder das Eliminatórias Sul-americanas, Tite deverá ter força máxima contra a Argentina em jogo marcado para o dia 10 de novembro, no Mineirão. Daniel Alves, Filipe Luís, Giuliano e Miranda, que estavam pendurados, não levaram cartão e estão liberados para o duelo. O técnico também poderá contar com o retorno do atacante Neymar, que estava suspenso pelo segundo cartão amarelo.

Sem seu principal jogador, Tite escalou Philippe Coutinho pela esquerda, normalmente ocupada por Neymar, e colocou Willian aberto no outro lado contra a Venezuela.
Titular nas partidas contra Equador e Colômbia, o meia do Chelsea havia perdido a vaga na equipe contra a Bolívia. Apesar de fazer um gol, o atleta não teve uma boa atuação. Foi pouco acionado e deve continuar como opção no banco caso Tite não tenha desfalques para enfrentar a Argentina.
Outra novidade no time titular contra a Venezuela foi o volante Paulinho, homem de confiança de Tite. Ele retornou à equipe na vaga de Giuliano.
Paulinho teve uma atuação regular assim como nos jogos anteriores.
O volante Fernandinho e o lateral-esquerdo Filipe Luís - que usou a tarja de capitão no confronto desta terça -, nas vagas de Casemiro e Marcelo, cortados por contusão, também tiveram atuação discreta. Dessa forma, é pouco provável que eles tomem a posição dos jogadores do Real Madrid, titulares nas partidas contra Equador e Colômbia, que deverão retornar à equipe.

 

Veja também

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira
Futebol

Palmeiras anuncia contratação do técnico português Abel Ferreira

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid
Sport

Sem casos no Sport, Jair se solidariza com Kleina e Martelotte, diagnosticados com Covid