Fórmula 1 quer acabar com punições no grid de largada

Algumas adaptações no regulamento da Fórmula 1 foram feitas já para 2018, mas mudanças ainda maiores devem ser consideradas para 2021

Fórmula 1Fórmula 1 - Foto: Twitter/Formula 1

Diretor de corridas da Fórmula 1, Charlie Whiting admite que a categoria trabalha para diminuir o número de punições que pilotos recebem no grid de largada. Hoje em dia, os competidores perdem posição quando precisam trocar o motor ou outros componentes do carro.

"Gostaríamos de nos livrar de todas as punições, se pudéssemos. É em direção a isso que estamos trabalhando", disse Whiting, em entrevista ao site Motorsport.

Algumas adaptações no regulamento da Fórmula 1 foram feitas já para 2018, mas mudanças ainda maiores devem ser consideradas para 2021. No entanto, a princípio, não são cogitadas alterações na quantidade de caixas de câmbio que cada piloto tem disponível para a temporada.

"Não tem necessidade. Temos um bom sistema. Se mudássemos para alguma coisa, seria para um sistema semelhante ao que temos com motores. Então, você teria três caixas de câmbio disponíveis para a temporada e faria o que quiser com ela. É uma das coisas que estamos pensando para 2021. Estamos introduzindo um pacote bastante abrangente com várias mudanças", declarou Whiting.

Leia também:
FIA autoriza uso de retrovisores no halo na F-1
Fórmula 1 pode ter Grande Prêmio em Miami

Veja também

Superliga europeia fica ameaçada de ruir dois dias após ser criada
Futebol Internacional

Superliga europeia fica ameaçada de ruir dois dias após ser criada

Superliga é criticada por 14 clubes da primeira divisão inglesa
Futebol Internacional

Superliga é criticada por 14 clubes da primeira divisão inglesa