Futebol

Fortaleza cai para o São Paulo nos pênaltis e não avança na Copa do Brasil

Tricolor cearense foi valente e arrancou empate no final do tempo normal, mas não resistiu às penalidades e se despediu da competição

Fortaleza cai por 10 a 9 nos pênaltis para o São Paulo e se despede da Copa do BrasilFortaleza cai por 10 a 9 nos pênaltis para o São Paulo e se despede da Copa do Brasil - Foto: Divulgação

Quase! Nem o drama foi capaz de conferir a classificação ao tricolor cearense. Após arrancar o empate em 2x2, no Morumbi, neste domingo (25), o Fortaleza caiu diante do São Paulo por 10 a 9 nos pênaltis e não avançou de fase na Copa do Brasil. Ninguém havia perdido até a última série, quando Tiago Volpi defendeu e o zagueiro Léo garantiu a classificação, selando a vitória ao clube paulista após um dramático confronto nas oitavas de final. O adversário das quartas será definido por sorteio.

No tempo normal, havia brilhado a estrela de Brenner, 20. Após marcar duas vezes no empate por 3 a 3 do confronto de ida contra o Fortaleza, no Castelão, o jovem repetiu a dose no duelo de volta.

Antes tido como amuleto quando vinha do banco de reservas, Brenner soma sete gols em seis partidas desde que assumiu a posição de titular, pouco depois da eliminação da Libertadores. Já são 11 gols neste ano, o que o coloca como artilheiro da equipe em 2020, superando Pablo (nove), que vinha sendo o titular da equipe até então.

A situação da equipe da casa parecia tranquila com os dois gols de Brenner, mas uma reviravolta quase pôs tudo a perder.
Tiago Volpi havia feito pelo menos duas grandes defesas para segurar a pressão após a equipe da casa ter recuado, mas não impediu que David diminuísse, aos 35 minutos, após falha de Diego na saída de bola, e que Roger Carvalho empatasse de cabeça, aos 46.

Nos pênaltis, o goleiro voltou a brilhar, defendendo a décima cobrança. Os pênaltis impediram que os são-paulinos sofressem uma nova decepção, que seria especialmente dolorosa diante do time treinado pelo ídolo Rogério Ceni.



Ceni segue sem conseguir vencer o time pelo qual fez história como goleiro. Foram cinco duelos até hoje, sempre com o Fortaleza, que lhe renderam três derrotas e dois empates. O ex-goleiro, inclusive, é cotado como possível substituto de Fernando Diniz em 2020. O ídolo são-paulino é rachado com o atual presidente do clube, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, desde que este o demitiu do comando técnico em 2017.

A "era Leco", no entanto, acabará em 2020, quando chegará ao fim de seu segundo mandato. Tanto o candidato da situação, Julio Cazares, quanto o de oposição, Roberto Natel, gostam do trabalho de Ceni, e nenhum descarta uma troca no comando do time.

Por enquanto com Diniz, o São Paulo volta às quartas de final da Copa do Brasil, fase que não supera desde que Rogério Ceni defendia as metas do clube, em 2015. Naquela temporada, a equipe tricolor superou o Vasco nas quartas de final e caiu na semifinal contra o Santos, em um duelo que marcou o encerramento melancólico da carreira de Ceni como jogador.

Após perder por 3 a 1 na ida, com Dênis no gol, Rogério voltou para a partida de vida ou morte, na Vila Belmiro. Foi substituido no intervalo, lesionado e após sofrer três gols, na sua última partida oficial pelo clube. Desde então, o São Paulo caiu nas oitavas para o Juventude em 2016, em 2017 e 2018 nem sequer chegou a essa fase (perdeu, respectivamente, para Cruzeiro e Athletico-PR), e na última edição voltou a ser eliminado nas oitavas, contra o Bahia.

O triunfo deste domingo dá pequeno alívio ao clube que, neste ano, caiu de forma precoce na Libertadores e no Paulista.
Após avançar no mata-mata nacional, terá logo outro confronto eliminatório, desta vez pela Copa Sul-Americana. Será a última chance de um título internacional na temporada, justamente na última taça que o clube levantou, em 2012, então com uma equipe liderada por Ceni e impulsionada por Lucas, hoje no Tottenham (ING).

Na próxima quarta-feira (28), às 19h15, o São Paulo vai à Argentina no primeiro de dois duelos contra o Lanús. O jogo de volta acontece no próximo dia 4, no mesmo horário e no Morumbi. Já o tricolor cearense recebe o Fluminense, no sábado (31), às 21h, pela 19ª rodada da Série A do Campeoanto Brasileiro 2020.

São Paulo
Tiago Volpi; Tchê Tchê, Bruno Alves, Diego Costa, Reinaldo; Luan, Gabriel Sara (Léo), Daniel Alves, Igor Gomes (Arboleda); Luciano (Pablo), Brenner (Vitor Bueno). T.: Márcio Araújo (auxiliar)

Fortaleza
Max Walef; Gabriel Dias, Roger Carvalho, Paulão, Bruno Melo; Felipe (Igor Torres), Juninho, Ronald (Yuri César), Tinga (Osvaldo); David (Wellington Paulista), Romarinho (Marlon). T.: Rogério Ceni

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Juiz: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Gols: Brenner, aos 10min do primeiro tempo e aos 26min do segundo tempo (São Paulo); David, aos 35min, e Roger Carvalho, aos 46min do segundo tempo (Fortaleza)

DAZN
O DAZN, maior serviço de streaming esportivo do mundo, apresenta o melhor das competições esportivas nacionais e internacionais por uma assinatura mensal pelo custo de R$ 19,90. Para quem já é assinante, basta acessar o site ou o app da plataforma. Para quem ainda não tem conta, o serviço disponibiliza 30 dias grátis, bastando clicar neste link para se cadastrar. Você pode acompanhar os eventos pelo computador, no celular, tablet ou até no console do videogame.    

Veja também

Bruna Tomaselli vai representar Brasil na temporada 2021 da W Series
Automobilismo

Bruna Tomaselli vai representar Brasil na temporada 2021 da W Series

Brasileira nada mais de 30 horas ininterruptas e bate recorde mundial
Natação

Brasileira nada mais de 30 horas ininterruptas e bate recorde mundial