Esportes

França espera uma estreia difícil contra a Austrália

"O nível deles é alto, vamos jogar com entusiasmo e humildade", disse o treinador da França, Didier Deschamps

Griezmann ficou de fora dos três indicados a melhor do mundo Griezmann ficou de fora dos três indicados a melhor do mundo  - Foto: Franck Fife/AFP

Um misto de apreensão e empolgação. Foi assim que o goleiro da seleção francesa Hugo Lloris definiu, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (15), o sentimento da equipe antes da estreia na Copa do Mundo. "Sabemos da importância do primeiro jogo para dar força e impulso. Esperamos ir bem", declarou. A França debuta no Mundial pelo Grupo C neste sábado (16), contra a Austrália, às 7h (horário de Brasília), na Arena Kazan.

O duelo preocupa os franceses. O treinador Didier Deschamps disse que os australianos, apesar de não terem tradição no futebol, são adversários difíceis. "Antes de pensar em chegar à final, há etapas como vencer nossa primeira partida de grupo. O nível deles é alto, vamos jogar com entusiasmo e humildade."

A afirmação do treinador ressoa a tensão entre os jogadores da França, que esperam por uma partida dura. "A Austrália progrediu, muitos jogadores estão jogando na Europa, especialmente na Inglaterra. Eles são dedicados ao seu país. O mais importante será manter o jogo ofensivo em campo. Vai ser uma luta", disse o goleiro Lloris.

Leia também:
França está atrás de "Brasil e Alemanha", afirma Giroud
Mbappé leva pancada no tornozelo e deixa treino da França
Com Griezmann, seleção da França já relativiza favoritismo
França tem o elenco mais caro entre seleções da Copa
Presidente da França visita seleção e pede título da Copa

Griezmann

Enquanto espera pela bola rolar, o alívio da França vem com o atacante Griezmann. Após fazer suspense sobre qual clube defenderá na próxima temporada, ele anunciou, para surpresa e brincadeira dos companheiros de seleção, que continuará no Atlético de Madri.

"Nós rimos", relatou Lloris. "É bom que ele [Griezmann] se sinta livre dessa pressão." Para Deschamps, a decisão do atacante permite que ele mantenha o foco no Mundial. "É bom que ele tenha o espírito livre antes da estreia na Copa do Mundo."

 

Veja também

Fortes chuvas no Recife alteram rotina do Trio de Ferro
Futebol

Fortes chuvas no Recife alteram rotina do Trio de Ferro

"Quando vamos fazer algo?": Steve Kerr, técnico do Warriors, se emocionado após ataque em escola
ESTADOS UNIDOS

"Quando vamos fazer algo?": Steve Kerr, técnico do Warriors, se emocionado após ataque em escola