Luto

Funcionário mais antigo do Náutico, Araponga morre aos 81 anos

"Presidente", como era carinhoso chamado o roupeiro, trabalhava no Timbu há 52 anos

Araponga trabalha no Náutico desde 1968Araponga trabalha no Náutico desde 1968 - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Após a comemoração da vitória sobre a Ponte Preta, o Náutico terminou o sábado (16) com uma notícia a lamentar. Através das suas redes sociais, o Timbu anunciou o falecimento de seu funcionário mais antigo, o roupeiro Araponga. Aos 81 anos, Severino Matias de Carvalho trabalhava no clube há 52 anos. O velório será neste domingo (17), nos Aflitos.

Por conta do tempo em que trabalhava no Alvirrubro, Araponga era chamado de "Presidente" por todos do clube. Diante de sua morte, o Náutico decretou três dias de luto, com a bandeira vermelha e branca a meio mastro. 

Na manhã deste domingo, o presidente alvirrubro, Edno Melo, usou sua conta oficial no Twitter para dar adeus ao ex-funcionário do clube. "Araponga será nosso eterno presidente, o amor que ele tinha pelo Náutico era puro e sincero. Obrigado por tanto carinho e dedicação ao nosso Timba. Descanse em paz meu amigo!", postou.

Desde o início da pandemia da Covid-19, o ilustre roupeiro estava afastado dos trabalhos. No entanto, apesar da ausência, chegou a ser homenageado pelos atletas alvirrubros no ano passado, quando completou 80 anos de vida. 

Em 2018, Araponga foi personagem de um especial produzido pela Folha de Pernambuco, sobre os 50 anos do Hexa do time do Náutico. Confira abaixo: 

Veja também

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o FlamengoSport

Florentín destaca entrega do time e agradece apoio da torcida contra o Flamengo

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na ArenaCampeonato Brasileiro

Em jogo animado, Sport fica no empate com o Flamengo na Arena