Funcionários do Santa podem fazer nova greve na sexta-feira

Tricolor ainda aguarda liberação de verba para realizar pagamentos atrasados

André FerreiraAndré Ferreira - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Os funcionários do Santa Cruz podem entrar novamente em greve. Caso o clube não realize o pagamento de, pelo menos, dois salários atrasados, os profissionais paralisarão suas atividades nesta sexta (18). O Tricolor aguarda a liberação de uma verba retida da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) referente às cotas da Sul-Americana e da participação na Copa do Brasil para quitar o débito.

O clube tem alegado que várias cotas que deveria ter recebido foram bloqueadas por conta de processos na Justiça do Trabalho. Em entrevista coletiva recente, o atacante Grafite contou como os jogadores estão tentando ajudar os funcionários.

"Fizemos uma cotinha e conseguimos realizar um café da manhã. Ajudamos da maneira que dá. Até um dia desses, minha esposa entrou no meu carro e viu que estava cheio de cestas básicas. Algumas crianças chegam a pedir dinheiro na frente do clube. Eu não gosto de dar, prefiro ajudar dessa forma", revelou o atleta.

Em outubro deste ano, os funcionários entraram em greve pela primeira vez, alegando o não recebimento de cinco meses de salários. O presidente do Santa, Alírio Moraes, chegou a destinar cerca de R$ 50 mil em vales-compra aos trabalhadores. Um dia depois, após reunião com o mandatário, os funcionários decidiram encerrar a greve.

Veja também

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius
Futebol

Náutico confirma contratação do meia Marcos Vinícius

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'
Manifestação

Defesa de Carol Solberg recorrerá de advertência por 'fora, Bolsonaro'