Funcionários do Santa podem fazer nova greve na sexta-feira

Tricolor ainda aguarda liberação de verba para realizar pagamentos atrasados

André FerreiraAndré Ferreira - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Os funcionários do Santa Cruz podem entrar novamente em greve. Caso o clube não realize o pagamento de, pelo menos, dois salários atrasados, os profissionais paralisarão suas atividades nesta sexta (18). O Tricolor aguarda a liberação de uma verba retida da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) referente às cotas da Sul-Americana e da participação na Copa do Brasil para quitar o débito.

O clube tem alegado que várias cotas que deveria ter recebido foram bloqueadas por conta de processos na Justiça do Trabalho. Em entrevista coletiva recente, o atacante Grafite contou como os jogadores estão tentando ajudar os funcionários.

"Fizemos uma cotinha e conseguimos realizar um café da manhã. Ajudamos da maneira que dá. Até um dia desses, minha esposa entrou no meu carro e viu que estava cheio de cestas básicas. Algumas crianças chegam a pedir dinheiro na frente do clube. Eu não gosto de dar, prefiro ajudar dessa forma", revelou o atleta.

Em outubro deste ano, os funcionários entraram em greve pela primeira vez, alegando o não recebimento de cinco meses de salários. O presidente do Santa, Alírio Moraes, chegou a destinar cerca de R$ 50 mil em vales-compra aos trabalhadores. Um dia depois, após reunião com o mandatário, os funcionários decidiram encerrar a greve.

Veja também

Edina Alves será primeira mulher a apitar Derby paulistano
Futebol

Edina Alves será primeira mulher a apitar Derby paulistano

Kieza projeta artilharia e título pelo Náutico em 2021
Futebol

Kieza projeta artilharia e título pelo Náutico em 2021