Furacão espera jogo complicado contra o Tricolor

Segundo o técnico Paulo Autuori, o pensamento do Furacão não é o de encontrar facilidades no Recife

Paulo Autuori, técnico do Atlético-PRPaulo Autuori, técnico do Atlético-PR - Foto: Divulgação/Atlético-PR

Assim como o Santa Cruz, o Atlético/PR tem tido um primeiro semestre de poucas comemorações. Além de ter perdido a final do Campeonato Paranaense, o clube está em situação complicada na Copa Libertadores. No meio disso tudo, a Copa do Brasil também pintou como uma oportunidade para se recuperar da atual fase. Mas, segundo o técnico Paulo Autuori, o pensamento do Furacão não é o de encontrar facilidades no Recife.

“É importante nós sempre estarmos disputando competições. Ou seja, além do Campeonato Brasileiro, estar na Copa do Brasil e na Libertadores. Então vamos fazer esse jogo, sabendo que será complicado. O campo já não é dos melhores, e por conta da chuva pode estar em condições mais difíceis. Mas vamos saber estabilizar nosso foco.

Temos de pensar no jogo de domingo contra o Bahia, pelo Brasileiro, e depois no mais importan­te desses últimos tempos, que é o de classificação na Libertadores”, disse o comandante do Furacão.

Em relação à quantidade de jogos, o defensor Wanderson disse que sente pouca diferença. Além disso, alertou para a dificuldade que encontrará o Atlético/PR contra o Santa Cruz. “Todo jogo eu entro como se fosse uma decisão, e sabemos que amanhã vai ser um jogo muito difícil, pelo fato de o Santa Cruz ser muito forte dentro de casa, além de ter o apoio da torcida, que sempre empurra do começo ao fim do jogo. Então todo jogo temos, sim, que entrar como uma decisão. Amanhã (hoje) não vai ser diferente”, contou.

Veja também

Decisão do título da Série B fica em aberto, após tropeço da Chape
Futebol

Decisão do título da Série B fica em aberto, após tropeço da Chape

Flamengo sonda agente de Hulk e entra na briga com gringos e Atlético-MG
Futebol

Flamengo sonda agente de Hulk e entra na briga com gringos e Atlético-MG