Copa do Brasil

Galo bate Fortaleza, Furacão passa pelo Flamengo, e times fazem final da Copa do Brasil

Em jogos realizados na noite desta quarta-feira (27), visitantes não deram chances para os donos das casas

Com dois gols, Nikão foi o nome do Athletico na vitória contra o FlamengoCom dois gols, Nikão foi o nome do Athletico na vitória contra o Flamengo - Foto: Gustavo Oliveira/Athletico

O futebol brasileiro conheceu, na noite desta quarta-feira (27), os dois finalistas da Copa do Brasil. Após goleada por 4x0 no jogo de ida, o Atlético/MG voltou a vencer o Fortaleza, desta vez por 2x1, e carimbou sua vaga na decisão. Já no duelo do Maracanã, um obediente Athletico/PR foi cirúrgico e passou pelo poderoso Flamengo, derrotando os donos da casa pelo placar de 3x0. Na última semana, na Arena da Baixada, o encontro de rubro-negros terminou na igualdade de 2x2. 

Líder do Campeonato Brasileiro, o Galo já tinha encaminhado a classificação com a goleada aplicada no Mineirão semana passada. Até por isso, o técnico Cuca se deu ao luxo de poupar alguns titulares para o confronto de volta no Castelão. 

Cheio de desfalques, o Fortaleza pressionou o adversário e tentou sair, ao menos, com a vitória. No entanto, mesmo com um time misto, valeu a qualidade técnica superior do time mineiro. Depois de um primeiro tempo empatado em 0x0, na etapa complementar brilhou a estrela de Diego Costa. Aos 13, o badalado atacante ganhou de dois zagueiros na corrida, cortou para a direita e abriu o marcador. 

Acionado no decorrer do encontro, Hulk ampliou o placar de pênalti, aos 39, e viu Romarinho descontar para os cearenses já nos acréscimos. 

Já no Rio de Janeiro, o que se viu foi a obediência tática do Furacão prevalecer sobre a qualidade técnica dos donos da casa. Logo aos quatro minutos de bola rolando, Filipe Luís derrubou Kayzer na área. Após consulta ao VAR, Wilton Pereira assinalou pênalti. Na cobrança, Nikão fez 1x0. 

Com a vantagem no placar, o Athletico se portava bem defensivamente e esperava a oportunidade de dar o bote. E foi assim, aos 52, que o time de Valentim chegou ao segundo gol. Em rápido contragolpe, Kayzer achou Nikão na direita. O camisa 11 dominou e bateu para o gol. Contando com a colaboração de Diego Alves, fez 2x0. 

Na volta do intervalo, o que se viu foi uma verdadeira blitz feita pelo time da Gávea. Com Michael aberto pela esquerda, o Flamengo passou a incomodar mais a zaga paranaense. No lance mais claro, o camisa 19 fez linda jogada individual e finalizou. Porém, Santos fez a defesa e ainda viu a bola bater no travessão. 

Já com um a menos, após expulsão de Khellven, aos 39, o Athletico seguia se segurando como podia. Em rara escapada, Pedro Rocha foi lançado em velocidade e viu Zé Ivaldo invadir a área pelo meio. Na única finalização da equipe visitante no segundo tempo, o defensor deu números finais ao embate.  

Com as respectivas classificações à final, Atlético e Athletico podem encerrar a temporada com chave de ouro. Enquanto um tem encaminhado o título do Brasileiro, o Rubro-negro ainda tem pela frente a final da Copa Sul-Americana, mês que vem, perante o RB Bragantino. 

Veja também

Náutico escolhe neste domingo (5) o novo presidente para o biênio 2022-2023Futebol

Náutico escolhe neste domingo (5) o novo presidente para o biênio 2022-2023

Palmeiras anuncia fim do vínculo com volante Felipe MeloFutebol

Palmeiras anuncia fim do vínculo com volante Felipe Melo