Santa Cruz

Giva pede dois ou três reforços à diretoria do Santa Cruz para a Série B

Para o técnico coral, o elenco está enxuto e ainda precisa de jogadores

Apresentação do técnico Givanildo OliveiraApresentação do técnico Givanildo Oliveira - Foto: Santa Cruz/Divulgalção

Com as prováveis saídas do meia Léo Costa e do atacante Everton Santos, além do volante Gino, o elenco do Santa Cruz ganha espaço para a chegada de mais reforços. Na coletiva de imprensa desta quinta-feira (6), o técnico Givanildo Oliveira pediu de duas a três jogadores, mas a vinda de novos jogadores depende do aval da diretoria coral. Na semana passada, o diretor Jomar Rocha disse que o clube daria uma pausa nas contratações.

Para Giva, o grupo está enxuto e por isso cabe contratar mais atletas para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B. “Fizemos um coletivo com 21 jogadores. Claro que temos jogadores machucados, mas usamos até um menino da base. Isso já mostra que o grupo está reduzido e, com certeza, vamos precisar de dois ou três reforços", avisou.

Em nenhum momento, o técnico Givanildo Oliveira especificou quais posições precisam de reforços, mas como deve perder duas peças do setor ofensivo a tendência é que o clube busque atletas para o ataque. Até agora, o Santa contratou nove reforços para a Série B: zagueiro Sandro, lateral direito Alex Travassos, volante Derley, meias João Paulo, Léo Lima e Kelvy e os atacantes Bruno Paulo, Augusto e Ricardo Bueno.

Veja também

Sem vencer fora há mais de três meses, Sport também vive jejum contra Corinthians
Sport

Sem vencer fora há mais de três meses, Sport também vive jejum contra Corinthians

Brasil sofre primeira derrota, mas avança no Mundial de Handebol
Handebol

Brasil sofre primeira derrota, mas avança no Mundial