Givanildo muda todos os setores e indica time com seis novidades

Com as alterações, o Santa Cruz volta a atuar no esquema tático 4-3-3 e deixa o 4-2-4

Givanildo Oliveira conversando com Sandro SilvaGivanildo Oliveira conversando com Sandro Silva - Foto: Santa Cruz/Divulgação

O Santa Cruz está praticamente definido para encarar o Guarani/SP, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na coletiva de imprensa realizada na manhã desta quinta-feira (17), o técnico Givanildo Oliveira não confirmou a escalação, mas deu a entender que a equipe titular será a última que treinou no coletivo. Em relação ao time da partida passada, são seis mudanças promovidas na formação.

No sistema defensivo, os zagueiros Anderson Salles e Sandro Silva e o lateral direito Nininho assumem as vagas de Bruno Silva, Jaime e Alex Travassos, respectivamente. Os dois últimos foram dispensados na semana passada. Na cabeça de área, Elicarlos, que voltou a ficar à disposição após oito jogos fora (mais de um mês) por conta de uma lesão na coxa esquerda, ficou com o lugar de João Ananias.

Por fim, o meia Léo Lima – afastado das últimas três rodadas devido ao falecimento da esposa – ocupou o posto de Halef Pitbull e o atacante Grafite, recém-contratado, substituiu Ricardo Bueno, vetado pelo departamento médico do clube por estar com um problema no músculo adutor da coxa direita. Sendo assim, a formação deve ser composta por Júlio César; Nininho, Anderson Salles, Sandro Silva e Yuri; Elicarlos, Derley e Léo Lima; André Luís, Grafite e Bruno Paulo.

Como ganhou dez dias para trabalhar o elenco e também descansar seus comandados, o treinador coral teve tempo suficiente para fazer as melhores escolhas. “Ajudou bastante o intervalo maior que nós tivemos. Foi bom para esboçar alterações, até pelo momento que estamos vivendo. Chegou a hora de mudar algumas situações. Dizem que conversa não ganha jogo, mas ajuda. Eles (os atletas) precisam assimilar e colocar em prática (dentro de campo)”, declarou.

Além de modificar as peças, Givanildo alterou o esquema tático do 4-2-4 para 4-3-3, que foi utilizado na maioria das partidas. Santa Cruz e Guarani se enfrentam no sábado (19), às 16h30, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas.

Veja também

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI
Futebol

Técnico Adilson Batista tem melhora e deve deixar UTI

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda
Futebol

Jean projeta mais duas vitórias para Náutico se livrar do risco de queda