Santa Cruz

Givanildo reclama de empate contra o Náutico

Para o técnico coral, equipe tricolor teve boas chances de vencer o clássico

Givanildo Oliveira, técnico do Santa CruzGivanildo Oliveira, técnico do Santa Cruz - Foto: Anderson Stevens/Folha de Pernambuco

Diferentemente do empate da última terça-feira (11), em Lucas do Rio Verde, diante da Luverdense/MT, o elenco do Santa Cruz não tem muito o que comemorar a igualdade deste sábado (15), no 7° Clássico das Emoções da temporada. Desta vez a equipe coral chegou perto da vitória, principalmente na primeira etapa, em chances com Augusto e Jaime.

“Não pode ser comemorado (o empate), porque não ganhamos. No jogo passado, sim, pelas circunstâncias e por ser fora de casa, conquistamos um bom resultado. Mas, hoje, não. O mando de campo era do Náutico, mas estamos no Recife. Chegamos à área do adversário toda hora. Podíamos ter saído daqui com um resultado melhor”, declarou o técnico Givanildo Oliveira após o duelo deste sábado.

Perguntado sobre os dois próximos compromissos da equipe tricolor, onde o Santa será mandante, o rei do acesso falou sobre o calendário e aproveitou para convocar a massa coral. “A Série B é um campeonato complicado. Jogamos hoje e já temos que entrar em campo na terça-feira (18) novamente. Ao menos dessa vez não vamos viajar. É igual para todos, mas acaba pesando. Inclusive peço a presença do nosso torcedor para o jogo desta terça-feira (18). O apoio deles é importante para que nosso time saia vencedor”, afirmou Giva.

Sobre o caminho para subir de divisão, o treinador tricolor foi enfático. “Eu sigo uma matemática simples para conquistar o objetivo do clube. Se a cada 15 pontos disputados, a gente conseguir conquistar 11, nós subimos,” completou.

O próximo compromisso do Santa Cruz é nesta terça-feira (18), contra o Vila Nova/GO, às 20h30, na Arena de Pernambuco. Com 19 pontos, o tricolor está quatro atrás do CRB, equipe que abre o G4.

Veja também

Vale o acesso à Série B: Santa recebe o Brusque, pelo duelo final do quadrangular da Série C
Futebol

Vale o acesso à Série B: Santa recebe o Brusque, pelo duelo final do quadrangular da Série C

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport
Sport

“Não dá tempo para lamentar, não pode abaixar a cabeça”, diz Jair Ventura após derrota do Sport