Goiano admite necessidade de evolução no Náutico

Treinador ressaltou que o futebol da equipe está aquém do ideal neste início de temporada

Lances de Náutico x Vitória Lances de Náutico x Vitória  - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Ganhar do Vitória/PE por 2x0, nos Aflitos, pelo Campeonato Pernambucano, não foi suficiente para evitar que o time do Náutico e o técnico Márcio Goiano escapassem de críticas por parte da torcida. Se por um lado o resultado colocou os alvirrubros em situação mais confortável na tabela, por outro mostrou um Timbu irregular e muito dependente do atacante Wallace Pernambucano. Erros que o treinador reconhece, mas mantendo o otimismo de uma evolução futura.

“Sabíamos da importância do jogo. Chegamos aos seis pontos no Pernambucano, com 50% de aproveitamento. Futebol às vezes pega a gente de surpresa. Robinho tinha colocado bola na trave nos primeiros minutos, mas depois não tivemos agressividade. O que posso dizer é que vamos continuar trabalhando para buscar os resultados. Sou uma pessoa que fui vencedora na carreira e cobro muitos os atletas. Se nós não fizemos um bom jogo, é preciso haver a cobrança para evoluirmos”, afirmou o treinador.

Goiano também opinou sobre a evolução do meia Luiz Henrique, um dos três jogadores do elenco que disputou todas as partidas neste ano – os outros dois são Fábio Matos e Wallace Pernambucano.

“Luiz me impressionou muito desde a minha chegada. Mas na época tínhamos jogadores mais agressivos, que seguravam a bola no ataque. No Bahia ele jogou pouco e, quando voltou, passou a se fortalecer fisicamente. É um atleta de boa transição ofensiva e isso gera um desgaste natural. Esperamos que ele possa evoluir”, frisou.

Quem também reconheceu as dificuldades do jogo e a crítica da torcida foi Wallace Pernambucano, autor dos dois gols da partida – são seis ao todo em 2019. “Eles (torcedores) têm direito de cobrar. Estamos cientes disso e vamos continuar trabalhando para conseguir as vitórias”, afirmou.

Leia também:
Com gols de pênalti, Náutico bate Vitória por 2x0
Náutico: Jorge Henrique e Robinho de volta, mas sem Assis e Josa

Veja também

Acidente aéreo mata piloto, presidente e quatro jogadores do Palmas
Tragédia

Acidente aéreo mata piloto, presidente e quatro jogadores do Palmas

Sport e Bahia fazem clássico nordestino de olho em se distanciar do Z4
Futebol

Sport e Bahia fazem clássico nordestino de olho em se distanciar do Z4