Goiano analisa derrota e cita necessidade por reforços

Náutico foi derrotado por 2x1 para o Campinense, no Amigão, pela pré-Copa do Nordeste

Márcio Goiano, técnico do Náutico Márcio Goiano, técnico do Náutico  - Foto: Léo Lemos/Náutico

O Náutico começou em desvantagem na luta por uma vaga na Copa do Nordeste 2020. Pela seletiva da competição, na última quarta (1º), o time foi derrotado por 2x1 para o Campinense, no Amigão. Na volta, os alvirrubros precisarão vencer por dois gols de diferença para não ficar fora do Regional. Um triunfo simples levará a decisão para as penalidades. Sobre a partida de ida, o técnico Márcio Goiano lamentou a queda de rendimento do time no segundo tempo.

“Foram dois tempos distintos. No primeiro tivemos o controle do jogo. Sabíamos que, pelas características do treinador, o Campinense teria marcação forte. Fizemos o gol e alertamos os jogadores do meio-campo para não dar o contra-ataque no segundo tempo, mas em uma jogada de lateral tomamos o gol e depois o segundo”, afirmou o treinador.

O resultado também serviu para o técnico reforçar a necessidade de o Náutico buscar mais nomes no mercado para fortalecer o elenco para o restante da temporada. “A gente tem conversado bastante com a diretoria em busca de reforços. As contratações vão acontecer. Temos tido conversas com alguns atletas de posições específicas. É só questão de detalhes e acredito que bem próximo chegarão alguns atletas”, pontuou.

O próximo jogo do Náutico será sábado (4), contra o Imperatriz, nos Aflitos, pela segunda rodada da Série C. Com o tropeço na estreia da competição, por 2x0, perante o ABC, o Timbu divide a última posição do Grupo A com Confiança e Globo/RN.

Veja também

Hélio lamenta “apagão” no começo do jogo em derrota para a Ponte
Futebol

Hélio lamenta “apagão” no começo do jogo em derrota para a Ponte

Náutico perde por 2x0 para a Ponte Preta, pela Série B
Futebol

Náutico perde por 2x0 para a Ponte Preta, pela Série B