Goiano não confirma escalação, mas garante estreia de Jorge Henrique

Meia teve seu nome publicado no BID da CBF e poderá reforçar o Náutico na estreia da Copa do Nordeste

Técnico do Náutico, Márcio Goiano Técnico do Náutico, Márcio Goiano  - Foto: Arthur Motta/Folha de Pernambuco

O técnico Márcio Goiano costuma falar que o time que ele monta nos treinamentos geralmente é o que entra em campo nos jogos. Mas isso não significa que ele confirmará sempre a escalação. Nesta segunda (14), por exemplo, o treinador evitou cravar os titulares do Náutico que entrarão em campo na terça (15), contra o Fortaleza, nos Aflitos, na estreia da Copa do Nordeste 2019. Em meio ao mistério, porém, o treinador não escondeu que vai utilizar a maior arma alvirrubra para a temporada, o meia Jorge Henrique.

“Jorge treinou 12 dias, mas ele veio para jogar. Ele já se ambientou junto com os demais. A questão é mais física. Nos treinamentos pedimos para ele dar uma segurada, mas ele é muito intenso. Minha preocupação também é não acumular alguns atletas com menos tempo de treino como Jorge, Fábio, Luiz...todos só começaram a treinar em janeiro. Mas o Fortaleza terá todos os 11 que também treinaram nesse período”, afirmou Goiano.

“Tivemos um período longo de treinamentos, com três trabalhos (amistosos) para observar os atletas. Sei da importância da partida e estamos conscientes que vamos enfrentar um adversário que teve um ano muito bom, com manutenção de alguns atletas e chegada de outros. Nós temos jogadores jovens e experientes no grupo e precisamos controlar a ansiedade. Todos querem jogar, mas temos de ter equilíbrio para fazer aquilo que estamos acostumados”, salientou.

O nome de Jorge Henrique foi publicado no BID da CBF nesta segunda (14), assim como o do zagueiro Diego Silva, o meia Allan Patrick e o atacante Matheus Carvalho. Dos reforços, ainda aguardam regularização o lateral-direito André Krobel, além dos meias Maylson e Nahuel Cisneros.

O Náutico deve entrar em campo com Luiz Carlos; Hereda, Camutanga, Sueliton e Assis; Josa, Luiz Henrique e Jorge Henrique; Lucas Paraíba, Fábio (Matheus Carvalho) e Wallace Pernambucano.

Leia também:
Aflitos como arma do Náutico no Nordestão
Fábio revela lado versátil em chegada ao Náutico

Veja também

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana
Futebol

Algoz de Vasco e Bahia, Defensa y Justicia conquista Copa Sul-Americana

Confira a vitória do Flamengo sobre o São Paulo por 79 a 71 na final da Copa Super 8
Basquete

Confira a vitória do Flamengo sobre o São Paulo por 79 a 71 na final da Copa Super 8