Maracanã

Governador do Rio veta projeto que mudaria nome do Maracanã para Rei Pelé

A decisão foi publicada nesta quinta-feira (8) no Diário Oficial do Estado

Estádio do MaracanãEstádio do Maracanã - Foto: Yasuyoshi Chiba / AFP

O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PSC), vetou o projeto de lei n° 3489/2021, que mudaria o nome do Maracanã. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (8) no Diário Oficial do Estado.

Idealizada por André Ceciliano (PT), deputado e presidente da Alerj, a proposta era substituir "Estádio Mário Filho" por "Estádio Edson Arantes do Nascimento - Rei Pelé".


No despacho, Castro afirmou que o veto se deu "em atendimento à solicitação do autor" do projeto de lei. Isso porque houve uma repercussão negativa assim que o texto foi aprovado na Alerj (no dia 9 de março), com afirmações de que o foco deveria ser a pandemia, e não o futebol.

Diante disto, Ceciliano, mais tarde, chegou a afirmar publicamente que encaminharia um pedido de veto ao governador. Em uma sessão recente, o deputado falou aos colegas que a Alerj "em nenhum momento" deixou de discutir ações no combate ao coronavírus.

Veja também

Técnico da seleção masculina de Vôlei, Renan Dal Zotto, é internado no Rio com Covid-19
Vôlei

Técnico da seleção masculina de Vôlei, Renan Dal Zotto, é internado no Rio com Covid-19

Treinos livres do GP Emilia-Romagna têm batidas e problemas na Red Bull
F1

Treinos livres do GP Emilia-Romagna têm batidas e problemas na Red Bull