A-A+

Grandes clássicos agitam as finais dos estaduais

Clássicos tradicionais do futebol nacional prometem mexer com os corações de milhões de brasileiros neste domingo (14)

Vasco x Flamengo se enfrentam no Nilton SantosVasco x Flamengo se enfrentam no Nilton Santos - Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Neste domingo iniciam as finais de estaduais espalhados por todo o País. Além do clássico pernambucano entre Náutico x Sport, que fazem o primeiro jogo nos Aflitos, outros quatro grandes confrontos tradicionais do futebol brasileiro vão agitar o coração de milhões de torcedores. São eles Vasco x Flamengo, São Paulo x Corinthians, Cruzeiro x Atlético/MG e Internacional x Grêmio.

Conhecido como o "Clássico dos Milhões", Vasco x Flamengo medem forças no Estádio Nilton Santos, às 16h, no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. Será a 17ª vez que os rivais se enfrentam na decisão do certame. Mandante do confronto, o Cruzmaltino resolveu levar o duelo para a casa do Botafogo, como uma forma de protesto contra o Governo do Estado, que concedeu o Maracanã à dupla Fla-Flu pelos próximos seis meses. Em campo, o Gigante da Colina tenta quebrar um tabu que já dura 31 anos. A última vez que o clube de São Januário levou a melhor sobre a equipe da Gávea em final de campeonato foi em 1988. De lá para cá, foram sete encontros em decisões (contando a Copa do Brasil de 2006), todas vencidas pelo Urubu. Embalados por bons resultados no meio de semana, será a terceira vez que as duas equipes irão se enfrentar em 2019. Nos duelos anteriores, os confrontos terminaram empatados pelo placar de 1x1.

Dono de 21 títulos paulista, o São Paulo volta a decidir o campeonato estadual depois de 13 anos. Campeão pela última vez em 2005, e vice em 2006, o Tricolor do Morumbi terá pela frente o atual bicampeão e maior vencedor do torneio, Corinthians. Como em São Paulo os clássicos são com torcida única, a promessa é de mais de 60 mil são paulinos no Morumbi para acompanhar o Majestoso. Nesta edição, o clube haxacampeão nacional chegou à final sem vencer um clássico sequer, algo inédito na história da competição. Por outro lado, o Timão aposta no retrospecto de Fábio Carille para levantar o 30º troféu. Em 24 partidas à frente do Corinthians perante os rivais locais, o treinador alvinegro saiu de campo vencedor em 15 oportunidades, empatou cinco vezes e foi derrotado em apenas quatro encontros.

Em Minas Gerais, pelo terceiro ano consecutivo, Atlético e Cruzeiro farão a final do Estadual. Apesar de ser dono da melhor campanha da primeira fase, e ter a vantagem de jogar por dois empates, o Galo chega sob desconfiança para o primeiro duelo da final, no Mineirão. Depois da goleada sofrida para o Cerro Porteño/PAR no meio de semana, pela Libertadores, o clube alvinegro demitiu o técnico Levir Culpi e, de quebra, assiste seu maior rival chegar com a autoestima elevada no confronto deste final de semana. Invicto na temporada, o Cruzeiro conseguiu se classificar para as oitavas da competição continental depois de golear o Huracán/ARG, por 4x0 e conta com seu camisa 9 voando neste início de ano. Nos 14 jogos que atuou pela Raposa em 2019, Fred anotou 14 gols.

Para muitos o maior clássico do Brasil, o Gre-nal volta a acontecer em uma final de Gauchão depois de quatro anos. O confronto de número 419, no Beira Rio, ocorre com os clubes em pé de igualdade e tem tudo para ser o mais equilibrado dos últimos tempos. Com boas opções no elenco, ambos estão entre as principais equipes da atualidade no futebol nacional. Levando em conta apenas os duelos pelo Campeonato Gaúcho, o resultado que mais se repetiu foi o empate. Foram 61 no total, contra 56 vitórias coloradas e 48 triunfos gremistas. Neste ano, na primeira fase do certame, o Grêmio levou a melhor e venceu o Inter por 1x0, em sua arena.

Veja também

Brasileiro Feminino paga ao campeão Corinthians 0,87% do prêmio da Série A
FUTEBOL

Brasileiro Feminino paga ao campeão Corinthians 0,87% do prêmio da Série A

Sport perde prazo de inscrição de três reforços para Série A
Sport

Sport perde prazo de inscrição de três reforços para Série A